Jurandir Pitsch, vice-presidente de Vendas para América Latina Sul da SES.

A operadora de satélites SES anunciou Jurandir Pitsch como vice-presidente de Vendas para América Latina Sul da empresa. Além disso, a equipe de gerentes foi reforçada com a chegada de Edson de Vito, na área de Desenvolvimento de Negócios, e Alejandro Neri, em Vendas para América Latina Sul. 

Os executivos serão responsáveis por liderar a equipe da empresa no Brasil e demais países da região, onde a organização adquiriu duas novas posições orbitais recentemente. 

Com mais de 30 anos de experiência no mercado de satélites, Pitsch atua na SES desde 2002, como diretor de Vendas Sênior para a América Latina. Em 2009, tornou-se vice-presidente de Desenvolvimento de Mercado.

Antes, atuou por oito anos como diretor de Engenharia e Operações na Comsat International Ventures. Também passou onze anos no CPqD, onde foi gerente de sistemas de comunicação via satélite.

Já Edson de Vito atuou na Cisco nos últimos 9 anos. Lá, foi diretor das operações de Serviços. Ele tabém liderou as áreas de vendas da Hughes Network Systems por sete anos e da PromonLogicalis, por nove.

Alejandro Neri, por sua vez, atua há 26 anos em operações e tecnologias no mercado de broadcast. Pós-graduado em TV Digital pela Universidade de Palermo (Argentina), o profissional já trabalhou como diretor da Tele-Visionary e como vice-presidente de Operações e Tecnologias na Pramer SCA.

A SES possui 11 satélites em operação na América Latina, onde chega a 21 milhões de lares. 

Para 2016, a empresa prevê o lançamento do satélite SES-10, que está sendo fabricado pela Airbus Defence & Space e é desenhado para o serviço dedicado à região. A empresa recentemente adquiriu duas posições orbitais no leilão da Anatel.

O lucro operacional da SES em 2013 ficou em € 851,2 milhões, em crescimento de 7,7% em relação ao ano anterior.