Foto: flickr.com/photos/techshownetwork

Tamanho da fonte: -A+A

Pesquisa realizada pela Dimension Data – multinacional focada em infraestruturas de TI – revela que 45% das redes de cerca de 300 organizações estudadas pelo grupo estarão totalmente obsoletas em cinco anos.

Segundo a empresa, isso representa um acréscimo de 38% sobre o índice do ano anterior.

Além disso, de todos os equipamentos que estão em ciclo de obsolescência, a porcentagem que está fora de linha (EoS) aumentou exponencialmente de 4,2% para 70% no ano calendário 2011.

De acordo com o Network Barometer Report 2012 da Dimension Data, um fator chave para esse salto massivo no estágio inicial de obsolescência é que os fornecedores de equipamentos estão movendo mais produtos para o fim de linha, visando a chegada de novas tecnologias.

Ao mesmo tempo, a porcentagem de equipamentos que estão em estágio de risco máximo de renovação de fim de contrato (EoCR) e fim de engenharia (EoE) caiu de 86,2%, para 20,8%.

“Nos últimos dois anos, houve uma mudança significativa de desenvolvimento voltado a produto, para desenvolvimento orientado à arquitetura de forma a assegurar apoio para as maiores tendências em macro-tecnologia como: virtualização, vídeo e mobilidade empresarial”, avalia Raoul Tecala, diretor de desenvolvimento de negócios de integração de redes da Dimension Data.

O estudo mostra também que a queda dos equipamentos em EoE e EoCR indica que os gerentes de TI estão empenhados em implementar uma série de atualizações intensivas nos pontos do ciclo de vida que representam risco operacional.

Ao mesmo tempo a porcentagem de equipamentos que estavam em fase final de suporte (LDoS) cresceu apenas 0,2% - de 9,0% em 2010 para 9,2% em 2011.

O Network Barometer Report 2012 é publicado pela Dimension Data e aborda o status das redes globalmente.

Ele agrega dados de 294 organizações e as pesquisas de Gerenciamento de Ciclo de Vida de Tecnologia (TLM) durante o ano de 2011.