Grupo Petrópolis é dono da marca Itaipava. Foto: Divulgação.

O Grupo Petrópolis, segunda maior cervejaria do Brasil, fechou um contrato com a Rimini Street para fazer o suporte terceirizado dos seus sistemas SAP ECC 6.0, Business Objects e Business Warehouse.

“A mudança oferece uma excelente alternativa de alta qualidade, com rápido tempo de resposta e economia de custos que podem ser utilizados para financiar iniciativas inovadoras que ajudarão na diferenciação dos negócios frente à concorrência”, diz o CIO do Grupo Petrópolis, Mohamed Nassif.

Nassif fez menção a um argumento frequente dos executivos da Rimini: que aplicações de ERP e BI são commodities e que o custo de suporte, geralmente 20% do custo das licenças, pode ser reaplicado em outras tecnologias.

Ao fechar um acordo com a Rimini, a empresa deixa de receber o suporte e os upgrades da SAP ou da Oracle, permanecendo na mesma versão do sistema com suporte da Rimini.

A lista de soluções suportadas inclui  Business Suite e Business Objects, da SAP e Siebel, PeopleSoft, JD Edwards, E-Business Suite, Oracle Database, Hyperion e Oracle Retail, da Oracle. A promessa é por custos até 90% menores.

No Brasil desde 2013, a Rimini e atende uma base de 41 clientes que inclui Gol Linhas Aéreas, Grupo Rodobens, Infoglobo e Atento. Em toda América Latina, o número chega a 100.