FÔLEGO

Governo anuncia linha de crédito de R$ 40 bilhões

27/03/2020 13:26

Pequenas e médias empresas poderão financiar folha de pagamento por dois meses.

Em contrapartida, empresas não poderão demitir funcionários. Foto: Isac Nóbrega/PR.

Tamanho da fonte: -A+A

O Governo Federal anunciou R$ 40 bilhões para financiar dois meses da folha de pagamento de pequenas e médias empresas - por conta da paralisação das atividades econômicas.

De acordo com o site GaúchaZH, a linha de crédito emergencial contemplará empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões, que, como contrapartida, não poderão demitir funcionários pelo período de dois meses.

O programa custará R$ 20 bilhões por mês e a implementação do projeto está prevista para as próximas semanas, ainda sem uma data específica.

Segundo o Banco Central, a proposta irá beneficiar 1,4 milhões de empresas e 2,2 milhões de pessoas, com limite de dois salários mínimos.

A taxa de juros será de 3,75%, com seis meses de carência e 36 meses para pagamento.

De acordo com o site, o pagamento será depositado diretamente na conta do trabalhador, sem passar pela empresa. As companhias ficarão apenas com a dívida.

A Caixa Econômica Federal também informou que irá reduzir os juros rotativos do cartão de crédito e aumentou prazos para pagamentos. 

Segundo o banco, todas as suas linhas de crédito estão sendo reduzidas. O cheque especial foi reduzido a 2,9% ao mês e o rotativo do cartão de crédito foi de 7,7% para 2,9% ao mês. 

Ainda foi anunciado pela Caixa o crédito de R$ 5 bilhões às Santas Casas do país, com redução da taxa de 20% para 10% ao ano. 

Além disso, o pedido de prorrogação de todas as linhas de crédito imobiliário foi ampliado para três meses, podendo chegar a seis meses se a crise se agravar.

A Caixa também vai operar o pagamento do auxílio de R$ 600 aprovado pela Câmara dos Deputados na última quinta-feira, 26. A proposta ainda depende da aprovação do Senado e da Presidência.

No pacote, ainda foi incluída uma linha emergencial de crédito de R$ 2 bilhões para empresas da área da saúde. Cerca de 30 instituições já estão mapeadas para serem beneficiadas pela proposta.

Veja também

TECNOLOGIA
Google Assistente ajuda a lavar as mãos

Não consegue contar mentalmente até 40? Seus problemas acabaram!

NUVEM
Abstartups e AWS oferecem US$ 5 mil em créditos

Qualquer startup brasileira pode usufruir do valor a ser usado em serviços de cloud.

QUARENTENA
Rappi tem frete grátis para idosos

Startup vai oferecer assinatura de um mês no Rappi Prime, clube de benefícios do aplicativo.

ECONOMIA
Governo estuda cortar salário do funcionalismo

Servidores com pagamento superior a R$ 10 mil teriam redução 30% durante três meses.

CORONAVÍRUS
Fenainfo pede retomada das atividades

Federação dos sindicatos de TI contra lockdown indefinido. Agora, como colocar isso em prática?

TRABALHO
Fábrica da Samsung em Campinas pode parar

Com medo do coronavírus e sem licença, funcionários ameaçam entrar em greve.

BUILD FOR COVID-19
Devpost tem hackathon global contra coronavírus

Gigantes da tecnologia, como Facebook, Microsoft e Twitter, estão contribuindo com recursos.

PESSOAS
Renner suspende demissões por tempo indeterminado

Decisão acontece em um momento problemático para todo varejo.

TRABALHO REMOTO
10 medidas para manter empresas e clientes seguros

Veja quais são os cuidados essenciais para enfrentar a rápida adoção do home office sem prejuízos.

CORRIDA
Bosch: diagnóstico do Covid-19 em 2,5 horas

Teste rápido, desenvolvido com a Randox, deve estar disponível na Alemanha em abril.