Luis Antonio Zucco.

Luis Antonio Zucco, que já liderou a área de tecnologia de empresas como Killing e Grupo Stefani, tem um novo direcionamento na carreira com a fundação da UrbanPlan.

A empresa quer auxiliar empresas do mercado de construção e planejamento urbano com uma ferramenta que automatiza a captura de dados dos mapas 2D para gerar modelos 3D e análises da cidade.

A partir da captura de dados, o sistema da UrbanPlan transforma as informações em um banco de dados analítico a partir do cruzamento dos elementos do mapa com as regras do plano diretor municipal.

“Em cidades inteligentes, essas informações, em uma tomada de decisão, poderão ser complementadas com dados gerados por sensores e instrumentos de controle na cidade, assim como os dados coletados por IoT e dados informados pelas pessoas em smartphones”, relata Luis Antonio Zucco, fundador da UrbanPlan.

Zucco, formado em tecnologia da informação, tem mestrado em governança de TI e também graduação em arquitetura e urbanismo. Ele iniciou sua carreira como programador no Hospital Mãe de Deus, em 1992. 

Mais tarde, atuou entre 2000 e 2007 na Stahl, onde foi gerente de TI. Zucco ainda foi coordenador de TI da Killing e gerente de TI do Grupo Stefani.

Em 2018, concluiu a nova formação em arquitetura, em que já iniciou uma pesquisa voltada a criação de programação para gerar simulações volumétricas das regras vigentes do Plano Diretor.

Além de simulações volumétricas tridimensionais, a empresa gera análises de zoneamentos sobre o mapa da cidade. Estes zoneamentos podem ser demonstrados em macrozonas, UEUs, subunidades, bairros, quadras e lotes. 

Com as informações, arquitetos, urbanistas, engenheiros, construtores e empreendedores do ramo imobiliário obtém mais conhecimento sobre planejamento urbano, o que pode ser utilizado, por exemplo, para escolha de locais para novos empreendimentos. 

O sistema também colabora na elaboração e revisão de planos diretores municipais ou no estudo volumétrico e financeiro de novos empreendimentos. 

A ferramenta pode atuar na identificação de melhores opções de localização para pontos comerciais, zoneamentos, estudos de tráfego de veículos e pedestres, concentração de atividades comerciais, acesso à estacionamento, entre outras.