Sede dos Correios em Brasília.

A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) foi avaliada MPS.BR nível G na sua fábrica de software interna pela ProMove Soluções.

A ECT é mais uma de uma longa lista de organizações públicas a terem feito certificações no modelo, que inclui empresas estaduais de processamento de dados como a paranaense Celepar e a mineira Prodemge, as municipais de  São José do Rio Preto, Campinas e São Paulo, além de órgãos como a Secretaria de Fazenda do Estado do Rio de Janeiro e o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.

Coordenado pela Softex, o programa MPS.BR - Melhoria de Processo do Software Brasileiro foi lançado no final de 2003 e já alcançou a marca de 494 empresas avaliadas MPS-SW (Software) em todas as regiões do país, 70% em micro, pequenas e médias empresas (MPME) e 30% em grandes organizações públicas e privadas.