Ailtom Nascimento, vice-presidente do Grupo Stefanini. Foto: Divulgação.

A Stefanini firmou uma parceria com a canadense Okanii para oferecer os gateways de pagamento da companhia.

Especializada em moeda virtual, a Okanii oferece uma solução capaz de realizar 8 milhões de transações por segundo, com uma tecnologia rastreável. O sistema utiliza criptografia de alta resistência, que elimina as fraudes na transmissão de dados.

“Um dos principais diferenciais da Okanii é a capacidade de operar grandes volumes de transações eficientemente, o que possibilita a criação de novos produtos baseados em  micropagamentos, com um baixo custo transacional. No caso dos bancos, é possível que as instituições reduzam 90% dos custos com infraestrutura de pagamento com a adoção da moeda virtual”, afirma Ailtom Nascimento, vice-presidente do Grupo Stefanini.

A solução da Okanii é integrada com blockchain, estrutura de dados que representa uma entrada de contabilidade financeira ou registro de uma transação. Cada transação é digitalmente assinada com o objetivo de garantir autencidade e impedir fraudes. 

“A moeda virtual da Okanii fala o protocolo blockchain”, complementa Nascimento.

Com a parceria, a empresa canadense espera conquistar uma fatia significativa do mercado brasileiro e de outros países onde a Stefanini atua. 

A solução permite que os bancos lancem suas próprias moedas virtuais, bem como novos produtos que poderão ser processados com elas. Uma instituição financeira pode estabelecer o carimbo de qualquer funding, que vai desde destinar valores em uma Carta de Crédito de Importação à definição pelos pais de uma carteira virtual para os filhos. 

“Uma vez que os valores são definidos, as moedas virtuais serão utilizadas apenas para aquele fim”, explica o vice-presidente da Stefanini.

Segundo o CEO da Okanii, Grant Colhoum, todas as transações no sistema de pagamento Okanii são realizadas em tempo real. 

“Com internet de alta velocidade, o tempo de resposta da transação é de menos de um segundo”, ressalta o executivo.

Além de Finanças, a Okanii conta com clientes em outras verticais, como educação, saúde, seguros, telecomunicações e varejo.

“A Okanii possui uma arquitetura ideal para o varejo financeiro ou qualquer outro de volume massivo. Essa é uma área com grande possibilidade de crescimento no Brasil”, vislumbra Ailtom Nascimento, da Stefanini.

A Stefanini fechou 2015 com um faturamento de R$ 2,6 bilhões, o que representa uma alta de 11% frente aos resultados do ano anterior. 

Com 40% das receitas vindo do exterior hoje, a empresa busca chegar a 75% em cinco anos. Hoje, a Stefanini tem presença em 39 países.