A Algar Tech adotou no início do ano um aplicativo da Prime Systems. Foto: Divulgação.

A Algar Tech, multinacional brasileira que integra soluções de TIC e BPO, adotou no início do ano um aplicativo da Prime Systems para desenvolver a mobilidade dentro de suas operações. 

O app está sendo utilizado pelos técnicos que prestam serviços de TI em campo no estado de São Paulo.

Entre as ferramentas utilizadas estão o cálculo de rota de acordo com a base mais próxima referente à ordem de serviço criada que indica o técnico mais próximo para atender o cliente, considerando tempo médio de deslocamento e de atendimento

Com isso, a quantidade de quilômetros rodados reduziu 10% ao dia. 

Antes da implantação do aplicativo, os técnicos de campo acessavam os chamados manualmente e informavam à central que estavam a caminho por SMS ou telefone. Eles ainda incluíam os dados do atendimento em fichas por escrito e apenas inseriam no sistema quando chegavam de volta à base.

Atualmente, as aberturas de chamado são feitas diretamente na ferramenta. Ao final do atendimento é gerado um relatório em PDF, que é enviado por e-mail aos responsáveis e ao cliente.

Em termos de gestão da operação, o aplicativo também se integra aos sistemas de back office e permite que os SLAs sejam acompanhados em tempo real. Como o app é rastreável, a central consegue saber a posição GPS exata dos técnicos de campo, oferecendo melhor qualidade da informação aos clientes e aos gestores da operação.

A Algar Tech atua no mercado corporativo há 17 anos. A empresa fechou o ano passado com uma receita bruta total de R$ 905,2 milhões, uma alta de 13% frente aos resultados de 2014.

A Prime Systems, que tem 80 funcionários, é proveniente do Grupo Seculus, conglomerado empresarial composto por dez organizações controladas por uma holding de capital privado. O grupo atua em segmentos como financeiro, imobiliário, industrial, tecnologia da informação e comércio de relógios.

No ano passado, a empresa anunciou um investimento de R$ 5 milhões para iniciar seu processo de internacionalização em 2016. A empresa fechou um acordo com a PA Latinoamericana, no Texas, que será a distribuidora da Prime Systems no país, com foco no fornecimento da plataforma de gerenciamento de processos de negócios (BPM) PrimeBuilder.

Com faturamento de R$ 15 milhões ao ano, a Prime Systems recebeu cerca de metade dos R$ 5 milhões necessários para o início do processo de expansão do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).