COMPRAS PÚBLICAS

IPM: novo sistema para o Deter-SC

26/03/2015 14:04

Solução propiciará autoatendimento via internet para as mais de 6 mil empresas cadastradas no órgão.

Deter fiscaliza transporte em Santa Catarina. Foto: flickr.com/photos/pacgov/

Tamanho da fonte: -A+A

O Departamento de Transportes e Terminais de Santa Catarina (Deter-SC) está substituindo um sistema interno desenvolvido sobre banco de dados ZIM por uma solução na nuvem da IPM Informática, de Florianópolis.

A empresa venceu a licitação com uma proposta de R$ 540 mil. 

O novo sistema irá propiciar o autoatendimento via internet para as mais de 6 mil empresas cadastradas junto ao Deter-SC por meio de um software de protocolo e processo digital. 

“As mudanças permitirão maior fiscalização, mais segurança aos usuários do transporte e, consequentemente, o aumento na arrecadação”, explica o presidente do Deter, Fúlvio Brasil Rosar Neto.

Além disso, o órgão se livrará das dificuldades de contratação de profissionais especializados em ZIM, escassos em Santa Catarina.

O sistema em desenvolvimento irá oferecer um aplicativo móvel para uso dos fiscais e emissão de autorização com QR Code para veículos de transporte de passageiros. 

Um selo digital irá reduzir também o prazo para a emissão de licenças, que serão retiradas por autoatendimento no portal.

O Deter-SC é uma autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Infra-Estrutura responsável por fiscalizar 961 linhas regulares de transporte intermunicipal de passageiros.

A IPM não abre faturamento, apenas que cresce em média 30% ao ano, tem cerca de 300 funcionários e cerca de 300 prefeituras e órgãos públicos atendidos.

Veja também

ERP PARA PREFEITURAS
Brasília dá força para o e-Cidade

Ministério das Comunicações abriu edital para registros de preço de empresas interessadas em fazer a implementação do software.

PAROU
TCE suspende licitação em Caxias

Tribunal acredita que licitação restringia a competição.

ONLINE
Sessões de licitação de Joinville ao vivo na web

Prefeitura e Câmara de Vereadores terão 120 dias para adaptar as salas de sessões públicas.

ERP
Serpro vai hospedar E-Cidades

O Ministério das Comunicações pagará R$ 14 milhões ao Serpro para hospedar ERP.

ERP
IPM migra três da Betha

Empresa migrou prefeituras de Tubarão, Palhoça e Rio do Sul para o software Atende.Net.

PORTAL
Mais um software para prefeituras

Mais um software para prefeituras está disponível no Portal do Software Público.