Yan Di, country manager do Baidu. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Um grupo de executivos se reuniu para criar a entidade empresarial CBIPA (China Brazil Internet Promotion Agency). A organização se dedicará a atrair empresas e investidores chineses que queiram conhecer o mercado de internet brasileiro e a levar empresas brasileiras para explorar o mercado chinês. 

A presidência da entidade será ocupada por Yan Di, country manager do Baidu e presidente da ABO2O (Associação Brasileira de Online to Offline). 

“A China detém 4 das 10 maiores empresas e também 4 dos 10 maiores unicórnios de internet do mundo. Conforme a Tech in Asia, a China capturou em 2015 mais de US$ 60 bilhões em Venture Capital. A China pode ser um excepcional parceiro para alimentar as empresas de internet do Brasil” afirma Yan Di. 

De acordo com In Hsieh, CEO da CBIPA, a entidade preenche uma lacuna na relação tecnológica entre dois países, que são grandes parceiros econômicos. 

“A China é o maior parceiro comercial do Brasil desde 2009 e já existe intenso intercâmbio nas áreas de infraestrutura, commodities e logística. Agora, vamos viver a onda da colaboração também nas áreas de internet”, afirma Hsieh. 

Brasileiro descendente de chineses, o CEO da CBIPA é o fundador de empresas de comércio eletrônico como 4Vets e baby.com.br, foi o head de e-commerce da fabricante chinesa de smarphones Xiaomi no Brasil e atua como investidor-anjo de startups brasileiras.

Entre as atividades prioritárias da CBIPA estão o envio de delegações chinesas e brasileiras para troca de experiência, a produção de estudos de mercado e relatórios setoriais e serviços de assessoria financeira para empresas de internet.

No próximo ano, a CBIPA realizará, em São Paulo, a primeira edição do “Chinnovation 2017: Brazil”, evento que trará ao país pela primeira vez executivos de empresas consolidadas, startups, analistas e investidores de internet da China para apresentar seus insights e cases a mais de 400 representantes de internet brasileira.