Com parceira, SoftExpert também desfila pelo México. Foto: Flickr.com/frecuenciaspopulares

Dando continuidade à sua estratégia de internacionalização, pela qual projeta elevar a fatia das vendas internacionais dos 20% de 2011 para 50% do geral dentro de três a cinco anos, a catarinense SoftExpert firmou parceria com a Geronsys, no México.

O novo canal irá representar as soluções da companhia catarinense nos segmentos de TI, manufatura e finanças, incrementando sua oferta de armazenamento de dados, serviços de migração e consultoria em certificações internacionais.

“Os clientes estão ávidos por fornecedores que os ajudem a alcançar ou manter conformidade com as principais normas e regulamentações, além de aprimorar a gestão”, afirma Julián Reyes, CEO da Geronsys, sobre os softwares da SoftExpert.

Segundo ele, as ferramentas da parceira brasileira atendem a uma carência do mercado mexicano: a possibilidade de um único ponto de controle e integração entre as diferentes gestões, unificando a visão de processos globais.

Reyes cita dados do IDC, segundo os quais 35% do tempo dos colaboradores é utilizado na busca de informações.

“As soluções SoftExpert ajudam a automatizar de maneira integrada o dia a dia da empresa, evitando essa perda de tempo”, analisa o executivo.

A empresa sediada na cidade de Naucalpan encorpa a lista de parceiros internacionais da companhia catarinense, que este ano já contou com a espanhola Atisae e a boliviana Technology & Management.

Além disso, durante a Cebit 2012, em Hannover, a empresa firmou um acordo com a belga q-Project, com o que iniciou a distribuição de seu produto em países de língua francesa.

O software carro-chefe da companhia dá apoio a gestores no acompanhamento da aderência dos processos em áreas diversas, como as normas da família ISO, da americana Federal Drug Aministration ou a lista de metodologias da TI, como ITIL e Cobit.

Ao todo, a companhia mantém 30 revendas espalhadas pelo mundo, atende a mais de dois mil clientes, que somam cerca de 300 mil usuários ao redor do mundo.

A carteira inclui nomes como Mitsubishi, Sebrae e Carrier.