João Stohler, diretor de Inovação da Proof. Foto: Divulgação.

A Proof, companhia carioca especializada na área de segurança, acaba de investir R$ 500 mil na criação da MaisCloud, uma empresa focada em computação em nuvem.

A nova empresa quer oferecer projetos usando as nuvens Azure e AWS com foco principal no mercado de finanças e de corretoras nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

São mercados  nos quais a Proof já tem filiais atuando em clientes do segmento com sua oferta de segurança, representando produtos da Palo Alto, RSA, Symantec, Microsoft, Arbor e Cisco. 

A companhia é também uma das primeiras parceiras no país da Splunk, multinacional de software de Big Data.

“A maioria das empresas nesse mercado ainda está vendendo cloud como outro produto de TI ou só falam sobre redução de custo”, avalia João Stohler, diretor de Inovação da Proof.

De acordo com Stohler, muitas empresas na área financeira teriam demanda para funcionalidades de computação elástica entregues pela nuvem, mas ainda tem dúvidas quando ao aspecto de segurança, altamente crítico nesse segmento.

A Proof já tem essa visão há tempos, tendo sido a primeira empresa brasileira a se associar à Cloud Security Alliance (CSA), uma organização internacional voltada para a difusão das melhores práticas de segurança na nuvem.

A MaisCloud não abre metas do novo negócio. Fundada em 2008 por Stohler e Arthur Edler, dois ex-colaboradores da Future Security, a Proof já tem 100 funcionários e protege 300 mil endpoints.