BREAKEVEN

E-commerce da Marisa: agora no azul

25/08/2015 12:07

Consumidoras da Marisa. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O e-commmerce da Lojas Marisa, um dos pioneiros e tido como um dos mais inovadores do Brasil, vai entrar no azul em 2015, após 16 anos no ar.

“Antecipamos a meta do break even de 2017 para este ano, resultado de muito trabalho e bom desempenho em vendas. Neste último trimestre, por exemplo, tivemos crescimento de dois dígitos para o canal”, comemora Thiago Pereira, gerente da divisão e-commerce da Marisa.

No começo do ano, a Marisa anunciou que ofereceria descontos de até 70% para coleções passadas e frete gratuito para produtos de coleções passadas. 

A empresa também abriu um centro de distribuição para o e-commerce em Santa Catarina e introduziu a possibilidade de trocar itens comprados online em suas 400 lojas.

De acordo com declarações de Pereira na época para o Valor Econômico, as vendas médias no site são 70% maiores que nas lojas físicas, mesmo com os descontos, e haviam subido 327% nos primeiros nove meses do ano passado.

O investimento no e-commerce vem de tempos atrás. Em 2010, por exemplo, a rede criou um serviço patenteado e inédito naquela época em sites brasileiros: o Sua Medida, onde a cliente pode medir seu corpo, inserir os dados no site e receber sugestões sobre o tamanho de peças mais indicadas para si.

Mas quanto, afinal, fatura o e-commerce da Marisa? A nota divulgada pela empresa não revela esse importante detalhe.

Em 2010, o mesmo respondia por 0,7% do faturamento das Lojas Marisa, algo como R$ 10 milhões.

A Marisa fechou o ano passado com uma receita líquida de R$ 2,6 bilhões, uma queda de 17% frente aos resultados de 2014. Caso a participação tenha se mantido em 0,7%, isso renderia um e-commerce com faturamento de R$ 18,2 milhões.

Supondo que a participação do e-commerce na receita tenha dobrado desde 2010 – uma suposição autorizada pelo crescimento constante do comércio eletrônico brasileiro, que só no ano passado ficou em 27%, frente a 4% do varejo tradicional – o valor pode ser R$ 36,4 milhões.

Veja também

FIDELIZAÇÃO
Marisa contrata a britânica Dunnhumby

Com novas metodologias e tecnologias, será criado um programa de comunicação multicanal.

MERCADO LIVRE
Câmara-E.Net tem novo coordenador

Leandro Soares, diretor do MercadoLivre, é o coordenador do comitê de varejo online.

CRISE?
SAP quer manter o ritmo no varejo

Setor continua firme na mira da empresa, mesmo com cenário de crise e pouco animador do mercado.

E-WALLET
Stelo firma parceria com Rakuten

Stelo habilitou o uso de sua carteira eletrônica (e-wallet) na plataforma da Rakuten.