A EMC Corporation divulgou os resultados financeiros do segundo trimestre de 2014, reportando receita de US$ 5,9 bilhões, um aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano anterior. 

O lucro líquido GAAP atribuível à EMC foi de US$ 589 milhões, e os ganhos GAAP por média ponderada de ação diluída foram de US$ 0,28. 

O lucro líquido não GAAP1 atribuível à EMC foi de US$ 882 milhões, e os ganhos não GAAP1 por média ponderada de ação diluída foram de US$ 0,43.

No segundo trimestre, a EMC gerou US$ 1,3 bilhão em fluxo de caixa operacional e US$ 930 milhões em fluxo de caixa livre – 2% e 10% a mais do que no mesmo período do ano anterior, respectivamente. 

A EMC encerrou o trimestre com US$ 14,6 bilhões em caixa e investimentos. A empresa readquiriu um valor de aproximadamente US$ 600 milhões de suas ações ordinárias no segundo trimestre e retornou cerca de US$ 200 milhões aos acionistas via dividendos trimestrais.

Joe Tucci, presidente e CEO da EMC, destacou durante a conferência com os analistas financeiros o crescimento da receita geral da companhia e o crescimento de 17% da receita da VMware e 29% da receita da Pivotal. 

"Os números sozinhos não refletem o impacto do crescimento, uma vez que a Pivotal mudou seu modelo de negócios praticamente por completo para software por assinatura", disse Tucci.

Segundo ele, os clientes da companhia "estão no meio de uma guinada profundamente transformadora e conturbada, e o ritmo da mudança está se acelerando”.

A receita consolidada da EMC nos EUA, no segundo trimestre, cresceu 3% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 3,1 bilhões, o que representa 52% da receita consolidada no segundo trimestre. 

A receita das operações comerciais da EMC fora dos EUA cresceu 7% em relação ao ano anterior, chegando a US$ 2,8 bilhões, e representa 48% da receita consolidada no segundo trimestre. 

Isto inclui a receita da EMC na região EMEA (Europa, Oriente Médio e África), que cresceu 12%, e a receita na América Latina, que cresceu 14%. A receita nos mercados BRIC aumentou 5% em relação ao ano anterior.