Martin Schrimpff. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A PayU, desenvolvedora de plataforma de e-payment com atuação na Europa, Ásia, África e América Latina, iniciou suas operações no e-commerce brasileiro, em uma parceria firmada com o Buscapé Company.

Segundo destaca a multinacional, a ferramenta é voltada arketplaces de serviços, compra de vídeos, músicas, assinaturas, pacotes turísticos, passagens aéreas, cursos online e aplicativos de celular, com capacidade de processamento de alto volume de transações.

Para conquistar novos clientes, a empresa aposta na robustez e segurança da plataforma, que chega com a certificação PCI DSS Internacional, selo concedido para empresas como Visa, Mastercard e American Express, bandeiras aceitas pela plataforma.

"A PayU pode se integrar rapidamente e de forma eficaz a todos os modelos e portes de negócios digitais, com sistemas anti-fraude para aumentar ainda mais a segurança das suas transações”, explica Martin Schrimpff, diretor da PayU Latam.

A plataforma já conta com empresas como Copa Airlines, Dafiti, Groupon e exito.com em seu portfólio de clientes.

A operadora já está na América Latina há cerca de 10 anos, sob a marca colombiana PagosOnLine. Agora com a parceria com o Buscapé, a PayU Latam quer reforçar sua presença no Brasil.

Ambas as empresas integram a holding sul-africana Naspers, grupo que soma em seu portfólio empresas de telecomunicações, internet e entretenimento em mais de 60 países.

O interesse da plataforma no mercado brasileiro não é surpreendente, ainda mais ao ver os números movimentados pelos consumidores brazucas. Segundo a e-bit, em 2012 foram realizados 66,7 milhões de pedidos online.

Em 2013, o e-commerce B2C deve apresentar um crescimento nominal de 25%, chegando a um faturamento de R$ 28 bilhões.