Christian Gallash. Foto: divulgação.

A Mega Sistemas, empresa paulista do segmento de ERPs, desenvolveu em parceria com a GeoMob uma aplicação para a visualização dos dados de seus sistema de gestão usando o Glass, óculos de realidade aumentada do Google.

Em desenvolvimento desde o final do ano passado, a novidade foi anunciada pelas empresas, e já está completamente funcional, adaptando a ferramenta de dashboard do ERP da Mega para a lente dos óculos de realidade aumentada.

O aplicativo desenvolvido pela Geomob é uma reformulação da ferramenta desenvolvida pela empresa para dispositivos web e mobile, otimizados para usabilidade com o Glass.

Sediada em São Paulo, a GeoMob foi uma das empresas brasileiras a entrar no programa Glass Explorers, no qual o Google liberou em primeira mão a venda do aparelho para desenvolvedores criarem aplicações para a novidade.

Segundo Christian Gallash, diretor de tecnologia da GeoMob, o objetivo com a criação do dashboard para Glass foi simplificar ainda mais a interface para os gestores, com consultas rápidas e funcionais. O investimento na ferramenta, feito em parceria entre a GeoMob e Mega, não foi aberto.

"No caso do dashboard, o objetivo é ter um acesso veloz e de forma facilmente entendível para os gestores. A ideia é dar a informação pedida da melhor maneira possível", diz o diretor.

Além disso, conforme destaca Gallash, o uso e as informações dispostas no aplicativo são customizadas de acordo com a necessidade do cliente, podendo tornar o sistema atrativo para empresas de diversos segmentos.

"Podemos adaptar esse dashboard para aplicações como controle financeiro e de produção, até estoques e outras necessidades, para empresas, por exemplo, de varejo, com leitura e identificação de código de barras em tempo real", explica o executivo.
 
Ele ainda não está disponível para comercialização, conforme destaca o diretor comercial de Mega, Walmir Scaravelli, mas segundo o executivo, a expectativa é disponibilizar a oferta pouco tempo depois do lançamento oficial do gadget pelo Google.

A previsão do lançamento do Glass é para o segundo semestre de 2014. De acordo com a Mega, o plano é oferecer a solução como um serviço, em uma oferta semelhante à das outras versões do Dashboard.

Para Scaravelli, a aposta é que o gadget tenha uma grande adoção, tanto para o consumidor final quanto as empresas, que podem ganhar um aliado importante com o wearable.

“Em nossa visão o potencial do Google Glass extrapola os limites do entretenimento. Queremos trazê-lo para dentro dos escritórios, fábricas, canteiros de obras, galpões de logística, dentre outros ambientes corporativos. Acreditamos que o seu uso pode rentabilizar uma corporação, pois torna seus colaboradores mais eficientes e assertivos e o acesso à informações estratégicas para os negócios mais ágil, democrático e transparente”, explica.

Segundo revela Gallash, a expectativa é boa, levando em consideração que a versão "consumidor final" do Glass deve chegar às lojas por um preço inferior aos salgados US$ 1,5 mil cobrado pelas primeiras versões.

Algumas empresas nacionais já se interessaram pela aplicação. Uma delas é a empresa de e-commerce de vinhos Wine.com.br.

"Eles já usam o sistema de gestão da Mega e trabalham com o dashboard móvel que temos para o ERP. No entanto, eles mostraram entusiasmo no possível uso do Glass para funções como controle de produtos e estoques", completa o executivo da GeoMob.

Com o anúncio da novidade, a Mega se posiciona ao lado de empresas como Totvs e IFS na espera pelo Glass.

Recentemente a Totvs Labs, centro de inovação da Totvs instalado em Mountain View, no Vale do Silício, já tem pronta uma aplicação para os óculos, com funcionalidades otimizadas para o ERP da empresa e a plataforma Fluig.

Além disso, especialistas como Cláudio Soutto Mayor, consultor líder da Deloitte, colocam os wearables como um dos “disruptores” da TI corporativa nos próximos anos.

“Logo o Google Glass pode substituir os handhelds em muitas funções dentro das organizações”, apontou o especialista.

Empresas de fora também estão de olho nesta tendência. Este mês a Salesforce, líder mundial em CRM cloud, anunciou que pretende investir no desenvolvimento de aplicações especiais para wearables como o Glass e smartwatches como o Samsung Galaxy Gear.

A Mega Sistemas Corporativos é sediada em Itu e oferece soluções de gestão empresarial para os mercados de construção, logística, manufatura, combustíveis, agrobusiness e serviços.

A companhia conta com 20 canais de atendimento, cerca de 700 colaboradores e mais de 2 mil clientes em todo o território nacional.  Em 2013, a Mega registrou um faturamento de R$ 65 milhões.