Leandro Pompermaier.

A incubadora de empresas Raiar da PUC-RS adotou um sistema de seleções temáticas. A primeira delas é para a área de saúde e vai até essa sexta-feira, 25.

“Queremos ampliar o número de empresas incubadas que desenvolvem tecnologias voltadas à área da saúde, porque os negócios nessa área estão cada vez mais tecnológicos”, resume Leandro Pompermaier, gerente da incubadora Raiar.

Ao longo do ano que vem, devem ser feitas novas chamadas focadas em temas como empreendedorismo feminino e fintechs.

Para concorrer, é preciso acessar o site da Raiar e se inscrever na palestra #VemPraRaiar – Especial Saúde, realizada no Raiar na sexta, 25. 

Após a palestra, as empresas interessadas poderão encaminhar suas propostas à Raiar e terão seus modelos de negócio analisados pela equipe gestora da Incubadora. 

As pré-selecionadas participarão de bancas de avaliação presencial, em dezembro.

A Raiar foi eleita, em 2014, a melhor incubadora do Brasil no Prêmio Nacional de Empreendedorismo Inovador promovido pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), em parceria com o Sebrae.

Em 2015, a incubadora foi a primeira das Américas a receber a certificação de qualidade Business and Innovation Centres (BIC). 

O título foi concedido à unidade pela European Business Innovation Centre Network (EBN), rede europeia que congrega incubadoras.

A incubadora tem 11 anos de atuação e 60 empresas no mercado atualmente. Hoje, são cerca de 25 incubadas.

Entre as empresas graduadas pela aceleradora estão Cliever (fabricante de impressoras 3D) e Egalitê (que promove a inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho).