ESTRATÉGIA

HPE: novo canal foca competências

24/11/2016 18:37

Mudança envolve 90 dos principais parceiros da multinacional no país. 

Leonardo Rangel, diretor de canais da HPE do Brasil.

Tamanho da fonte: -A+A

A HPE do Brasil está executando um programa visando reposicionar os seus canais no país em torno de competências em um portfólio de soluções e não equipamentos e softwares da multinacional.

O processo faz parte de uma reorganização global do programa de canais Partner Ready da HPE, anunciado no começo de novembro e envolve 90 dos principais parceiros da multinacional no país. 

A HPE quer que seus canais se enquadrem em 11 competências, das quais cinco já foram lançadas e as outras seis serão nos próximos 12 meses, com base no feedback recebido das primeiras.

As cinco iniciais são desenvolvimento e transformação de aplicativos, análises de dados e insights de negócios, automação e orquestração de TI, gerenciamento de riscos e projeto seguro, detecção e resposta a ameaças, e mobilidade.

As competências a serem lançadas são recuperação de incidentes, detecção e resposta a ameaças, gestão de infraestrutura e armazenamento de dados, local de trabalho inteligente e colaboração digital.

O novo programa baseado em competências diversifica bastante a abordagem da HPE, até então dividida em unidades de negócios focadas em mobilidade e conectividade (os produtos da Aruba), servidores, storage, networking e cloud híbrida (a linha HPE) e serviços de infraestrutura.

“A ideia é sair de uma abordagem baseada em especificações técnicas, produtos e preços para uma posição de oferecer resultados de negócios e serviços de valor agregado”, aponta Chris Ogburn, VP de marketing de canais mundial da HPE.

Para ajudar os canais brasileiros a identificar suas áreas fortes e planejarem o início em outras competências, a HPE do Brasil contratou a consultoria Commsulting. 

Especializada em marketing e vendas para empresas de TI, a Commsulting vem incluindo na sua abordagem nos últimos tempos a ênfase nos métodos de desenvolvimento de produtos das startups.

Recentemente, a companhia realizou um evento chamado Start Me Up no Cubo, incubadora de tecnologia da Itaú, com a participação das equipes de canais de Amazon, CA, Cisco, IBM, Oracle, SAP, Totvs, Salesforce, Symantec, entre outras.

“Queremos ajudar a criar células de inovação dentro dos nossos canais. É preciso uma mudança grande na relação entre parceiros e fabricantes”, aponta Leonardo Rangel, diretor de canais da HPE do Brasil.

O assunto é uma prioridade para a HPE: as vendas indiretas respondem por 75% das vendas da companhia no Brasil.

* Maurício Renner viajou a Cancun para o Canalys Channel Forum a convite da Canalys.

Veja também

SERCOMPE
Coopavel renova infra com HPE

A Sercompe realizou o projeto com substituição de ativos de rede, servidores, storage e backup. 

CANAIS
Arrow oferece treinamento em BH

No local serão oferecidos cursos presenciais de fabricantes da distribuidora.

EMPREGOS
HPE faz corte em Porto Alegre

Demissões acontecem uma semana depois da HP Inc.

DATA CENTER
Wickbold migra para nuvem da HPE

A Wickbold abandonou seu data center instalado na matriz da companhia.