Na Escola Lourenço Castanho, o Office 365 será usado por 1,6 mil alunos. Foto: Divulgação.

Para trazer o uso da tecnologia em nuvem para o dia a dia de alunos e professores, a Escola Lourenço Castanho, de São Paulo, decidiu adotar o Office 365. O acordo com a Microsoft prevê que os 1,6 mil alunos e cerca de 300 funcionários usem a plataforma de colaboração online.

A adoção do Office 365 surgiu como opção no momento em que a Lourenço Castanho teve de avaliar prós e contras na aquisição de um novo servidor de e-mails. 

Diante do alto custo envolvido na compra de um equipamento como esse, a equipe do colégio decidiu avaliar a migração para o modelo de computação em nuvem. 

No ambiente de sala de aula, a instituição planeja usar recursos do Office 365 para mudar formato de acesso dos alunos ao conteúdo de diversas disciplinas, além de estimular a troca de informações entre os estudantes pela web.

A escola vai usar o Sharepoint para armazenar arquivos que o aluno possa acessar na escola ou em casa. 

Fichas de deveres de casa, por exemplo, estão na lista dos materiais que serão disponibilizados nesse novo ambiente virtual.

Já no Yammer, rede social que é parte do Office 365, a Lourenço Castanho pretende explorar a criação de fóruns para a discussão de temáticas importantes para o desenvolvimento dos alunos. 

Atualmente, alunos a partir da 6ª série têm contas de e-mail para acesso ao Office 365. A expectativa é que os alunos comecem a usar as ferramentas de colaboração online da Microsoft no início do primeiro semestre letivo de 2015.

Os professores da Lourenço Castanho já utilizam o Sharepoint como local oficial para publicação de diversos conteúdos, como a ficha evolutiva de cada um dos alunos ao longo da vida escolar. 

Isso permite que o mesmo arquivo fique à disposição para ser alterado por mais de um professor, com a possibilidade de acesso através de qualquer dispositivo.