Alunos da Uninove usarão Office 365. Foto: divulgação.

A Universidade Nove de Julho (Uninove), instituição paulista de ensino superior com cerca de 50 anos de atuação, firmou um acordo com a Microsoft para adotar o pacote Office 365 para seus mais de 150 mil alunos.

O benefício será oferecido gratuitamente para estudantes dos cinco campi de São Paulo e também das cidades de Bauru, Botucatu, São Manuel e São Roque, no interior paulista. Cada aluno da Uninove passará a ter acesso a uma conta exclusiva do Office 365. O valor da compra das licenças não foi aberto.

Além de e-mail, os universitários poderão usar os softwares do pacote na versão tradicional para desktop e também na nuvem, com possibilidade de acesso, edição de documentos, assim como a colaboração com outros colegas em tempo real.

Segundo Jorge Romano, gerente de tecnologia da Uninove, há planos para o uso do Lync na criação de salas de estudo e grupos de discussão online, colaborando em atividades de ensino à distância e também ajudando a complementar o conteúdo de grades curriculares presenciais.

“Entregar esse benefício do Office 365 aos nossos alunos é resultado de uma busca da Uninove por caminhar junto com a tecnologia, levando inovação para o aluno e descobrindo mecanismos que possam ajudar no dia a dia de estudo”, afirma Romano.

O Lync também deve ser empregado para facilitar a comunicção entre alunos e departamentos administrativos da universidade, com o envio de mensagens instantâneas se um documento que solicitou já está disponível para retirada, por exemplo.

Para Romano, a escolha pelo ambiente de nuvem Microsoft, frente a outras opções como o Google Apps for Education, tem a ver com a familiaridade dos alunos com a tecnologia da empresa.

“Os estudantes já conhecem e, diante disso, o processo de adaptação torna-se muito mais tranquilo”, afirma o gerente de TI.

O acordo com a Uninove tem a ver com iniciativa Student Advantage, que faz parte de um esforço global da Microsoft para impulsionar o uso de tecnologia na educação, do nível básico ao superior. O benefício foi disponibilziado para alunos de instituições que já usam o Office 365 em áreas administrativas.

O projeto da companhia de Redmond concorre com o Google, que recentemente suspendeu a cobrança pelas licenças de seu pacote de serviços Google Apps for Education.

Inclusive, nesta disputa no segmento de educalção, o Google passou recentemente a perna na Microsoft, ao tirar da empresa do Windows um contrato com o governo de São Paulo, que adotou o Google Apps for Education para mais 4,3 milhões de alunos da rede de ensino estadual.