IFS testa com o Galaxy Gear. Foto: divulgação.

O IFS Labs, a divisão de inovação da multinacional IFS, divulgou esta semana uma prova de conceito (PoC) para demonstrar como os usuários de softwares de gestão da empresa podem se beneficiar com os dispositivos vestíveis (wearables), usando em testes o Samsung Galaxy Gear 2.

A prova de conceito em pleno funcionamento demonstra como as notificações do software de gestão da IFS podem chegar até os dispositivos de tecnologia wearable como smartwatches como o Gear e óculos como o Google Glass.

Usando APIs da fabricante de celulares para acionar alertas de notificação, a IFS conectou componentes dos seus sistemas de gestão empresarial (ERP) e do sistema de gerenciamento de ativos (EAM) para enviar alertas de acordo com atualizações de certos processos.

Pelo teste foi possível avisar profissionais em serviços de campo quando itens importantes foram despachados, ou se projetos-chave iniciaram/finalizaram, e até registrar o recebimento de pagamentos de faturas.

David Anderson, diretor da IFS Labs destacou que o teste mostra o comprometimento da empresa com a mobilidade, uma demanda já apontada por muitos clientes da companhia.

"Acreditamos que é importante inovar, testar e desenvolver tecnologias emergentes para mostrar como elas podem agregar valor aos usuários de ERP", destaca o executivo.

Analistas de indústrias estão prevendo um crescimento no segmento de wearables como o Gear e o Glass, entre outros. Segundo o Gartner, o mercado de wearables deverá movimentar cerca de US$ 10 bilhões até 2016. Para completar, empresas como Salesforce e a brasileira Totvs já anunciaram planos de adaptar suas soluções para estes novos dispositivos.