Boris Petrovic, Fernando Lins e Sterling Allan estarão no evento. Foto: Divulgação

A 15ª edição do Fórum Internacional Software Livre (Fisl) vai ocorrer entre os dias 7 e 10 de maio, quinta a sábado. O evento ocorre no Centro de Eventos da PUC-RS (Avenida Ipiranga, 6681 -  Partenon) em Porto Alegre.

Nos quatro dias de evento, o público terá mais de 500 horas de programação. O tema central será "Segurança e a Privacidade: o Software Livre na luta contra a espionagem".

As inscrições seguem até a data do evento através do site, e variam entre R$ 125 e R$ 300. Para estrangeiros, é possível adquirir a entrada via PayPal.

São esperados aproximadamente 8 mil participantes, entre visitantes, palestrantes, oficineiros, expositores e voluntários.

Dentre os palestrantes confirmados para o encontro, está Boris Petrovic, parente do engenheiro e inventor Nikola Tesla, que criou o institutotesla.org, Fernando Lins, gerente de negociações sobre investidores estrangeiros na energiauniversal.eco.br e Sterling Allan, ativista na comunidade e criador de várias páginas na Internet, como a peswiki.com.

Na programação do evento, o "Espaço Revolução Energética" será destaque nesse ano, com palestras entre os dias 9 e 10 de maio sobre o assunto. A iniciativa visa demonstrar como o modelo energético atual é insustentável.  

De acordo com um dos coordenadores do FISL, Thomas Soares, um dos exemplos mais simples e poderosos da revolução energética é o que trata dos combustíveis para motores a combustão interna. E nesta linha de atuação a água surge como uma poderosa fonte de energia, limpa, eficiente e de obtenção descentralizada.

Outra atração do Fórum Internacional Software Livre será a "Cryptoparty", área que comportará palestras e oficinas práticas com o compartilhamento de conhecimento sobre privacidade na internet.

O espaço possibilitará aos participantes entender como trocar mensagens seguras, criar e-mails seguros e chaves criptografadas, além de palestras sobre como o tema repercute no mundo.

O FISL de 2014 contará ainda com o metaHackerspace Dumont, que foi idealizado por diversas comunidades em atividade no Brasil para representar o movimento hacker durante o evento.

O objetivo é que as pessoas se encontrem e trabalhem em seus projetos. Será um espaço autônomo e operado dentro Fisl por representantes do Matehackers, Garoa Hacker Club, MariaLab, Tarrafa e Raul Hacker Club.