Barbara Pozzebon, diretora da Unifuneral. Foto: divulgação.

No ar desde o início do ano, o site gaúcho Unifuneral quer se tornar a página referência no país para anúncios e serviços fúnebres. Isso mesmo, anúncios fúnebres.

A plataforma, inédita no país segundo seus fundadores, permite que usuários possam realizar avisos de velórios, missas de falecimento, cultos ou prestar homenagens de forma gratuita, 24 horas por dia.

Antes que alguém ache a iniciativa um tanto mórbida, Barbara Pozzebon, diretora da Unifuneral, que fundou o site ao lado da amiga Paula Gemelli, explica melhor.

"É uma espécie de obituário virtual, uma plataforma para simplificar o anúncio destas informações e também de compartilhá-las com amigos e familiares", destaca a empresária.

As notificações são separadas por cidade, para facilitar a busca pelos nomes. Além disso, cada falecimento cadastrado fica no sistema, facilitando no caso da criação de novos eventos, como missa de um ano de falecimento, por exemplo.

De acordo com Bárbara, a idéia surgiu no ano passado, após a perda de um familiar próximo. Segundo a empresária, a dificuldade de repassar a informação para toda a rede de conhecidos pode ser um problema nestas horas.

"Atualmente, se perde muito tempo, mandando e recebendo ligações via telefone, e isso acaba até dificultando, caso haja a necessidade de organizar outras atividades em relação ao funeral", explica ela.

Com a proposta de facilitar este momento, nasceu o projeto do Unifuneral, iniciado pelas duas empresárias com investimentos próprios de valor não revelado.

O desenvolvimento da plataforma ficou por conta da porto-alegrense Dex Soluções.

Em breve, o Unifuneral deve disponibilizar uma plataforma mobile para o serviço, disponível para iOS e Android.

FACILIDADE
De caráter assistencial, o projeto pretende ser um serviço mais dinâmico que os tradicionais anúncios em periódicos, oferecendo mais rapidez na realização de comunicados fúnebres.

Todavia, o aplicativo não tem a pretensão de ser um substituto aos meios tradicionais, mas sim um meio complementar e mais objetivo.

Um exemplo disso é a possibilidade de fazer a integração das notificações do site no perfil do Facebook.

Para a empresária gaúcha, embora ainda questionada, a iniciativa está conquistando uma base de visitantes e de anunciantes, com crescimento no número de usuários da região Sul e Sudeste.

“Nosso planejamento é de que em 6 meses a plataforma também seja amplamente utilizada por usuários das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste do país", destaca, completando que em março apenas o site registrou mais de 3 mil acessos.

Com o aumento da base de usuários, a startup aposta em anúncios pagos de serviços fúnebres e funerárias para dar retorno financeiro à plataforma.

MERCADO
Segundo dados levantados pela Folha, serviços fúnebres movimentam cerca de R$ 1,5 bilhão ao ano, com 5,5 mil empresas em funcionamento no país e crescimento de 30% nos últimos cinco anos, segundo dados da Abredif (associação de empresas do setor funerário).

Na área tecnológica, iniciativas como o do grupo Funeral Home, de São Paulo, que oferece o serviço de velório online via streaming, e o e-commerce Coroas Para Velório, que teve faturamento de R$ 1,5 milhão em 2012, são algumas destas iniciativas.

Com o mercado aquecido, o Unifuneral aposta no relacionamento e comunicação para fazer a diferença e conquistar o público, um objetivo que Barbara não acha assim tão difícil.

"No início, as pessoas estranham, mas depois quando passam a ver as vantagens que ele traz, passa a entender a nossa proposta", finaliza.