HOSPEDAGEM

Go Daddy chega ao Brasil

24/03/2014 10:21

Cristiano Mendes.

Tamanho da fonte: -A+A

A Go Daddy, gigante americana de hospedagem de sites, aumentou seu investimento no Brasil, com a contratação de um executivo para comandar a operação e uma campanha publicitária em TV por assinatura.

O country manager é o gaúcho Cristiano Mendes, ex-gerente de Marketing da KingHost. Além do data center sediado em Porto Alegre, onde entrou em abril de 2012, Mendes também tem passagem pela RIM, Dell e TIM.

O executivo entra na empresa em um momento no qual a Go Daddy acelera sua presença internacional, de olho em uma possível abertura de capital para 2014.

No ano passado, a empresa faturou US$ 1,43 bilhão e tem uma expectativa de chegar a US$ 5 bilhões em um prazo de três a cinco anos.

A Go Daddy começou um processo de transformação ao ter 65% das suas ações adquiridas em 2011, pela KKR, Silver Lake Partners e Technology Crossover Ventures por um valor estimado em US$ 2,25 bilhões.

Depois disso a empresa trouxe para a posição de CEO o ex-chefe de produto da Yahoo, Blake Irving, que fez uma série de contratações junto as grandes do mercado.

Em 2013, a Go Daddy chegou a 55 milhões de domínios registrados, o que faz da empresa a maior autoridade de registro acreditada pela ICANN.

Veja também

CUSTO BRASIL
Menos impostos para data centers?

Governo federal sinaliza para a redução de tributos de água, energia e mão de obra.

APORTES
ContaAzul levanta mais dinheiro

Valar Ventures, fundo que tem entre seus investidores Peter Thiel, co-fundador do Paypal, está entre os investidores.

E-COMMERCE
Moovin vai de AWS com Dedalus

Migração suportará o funcionamento das lojas virtuais dos 40 clientes da Moovin.

CLUBE
UOL e Locaweb em programa cloud da Intel

Brasileiros integram grupo de 16 provedores de serviços em nuvem de todo mundo.

DIGITAL
Lívia Lampert no marketing da KingHost

A executiva, ex-gerente de operações da Línea, ocupa a posição de Cristiano Mendes.

DATA CENTER
XPI leva infra para centros da Alog

Agora, a estrutura que ainda estava "in house" na consultoria também será migrada.

LEI
Data center: menos impostos

Projeto é que isenção de impostos tenha como contrapartida investimentos em P&D.