Carlos Kazuo Tomomitsu.

Carlos Kazuo Tomomitsu e a KeepTrue estão de volta em carreira solo, agora como um “hub” de startups com foco em automação de processos e inteligência artificial. Cinco empresas já estão no barco, com um investimento total de R$ 3 milhões.

Tomomitsu fundou a KeepTrue em 2012, como uma empresa focada em soluções fiscais, e vendeu o negócio para a Avalara em 2016, se tornando o general manager da multinacional no Brasil até maio do ano passado.

O empresário, que passou 14 anos na Sonda e tem 35 anos de no mercado de automação fiscal, está apostando em um foco mais amplo para o novo empreendimento.

As startups nas quais a KeepTrue investiu até agora tem companhias numa área próxima da fiscal, como a SoftFin, especializada em software na nuvem para a gestão financeira e estoques, ou a DocsIA, ferramenta cloud de Inteligência Artificial voltada à gestão estratégica de documentos.

Mas também compõem o grupo a Inax, plataforma de dados para gestão de risco de gestão da saúde e a OneTech, detentora da ferramenta Onergy, ferramenta de no/low-code que ajuda na criação rápida de soluções para simplificação de processos e automação.

Ao todo, essas startups atendem 50 clientes, entre eles Bauducco, Thyssenkrupp, Qualicorp e Turmalina.

“O conhecimento adquirido ao longo de minha trajetória, somado à minha rede de relacionamento são atributos que uma startup precisa para crescer e se tornar uma operação independente”, explica Tomomitsu.