Funcionária na linha de montagem da Dell em Hortolândia. Foto: Divulgação.

A Dell EMC começou a fabricar em Hortolândia, no interior de São Paulo, os equipamentos hiperconvergentes VxRail, nos quais está embarcada tecnologia de virtualização da VMware.

A linha de appliances para infraestrutura hiperconvergente funciona integrada aos novos servidores Dell EMC PowerEdge 14G.

O VxRail foi projetado para ambientes VMware vSAN e ajudam a simplificar todo o ciclo de vida das soluções, com automação avançada.

Em nota, a Dell EMC afirma que a fabricação nacional reduzirá “pela metade” o tempo de entrega dos produtos, em mencionar prazos.

“Essa agilidade na entrega beneficia diretamente os clientes, na medida em que acelera iniciativas essenciais para a TI atender as necessidades do negócio, de forma eficiente e flexível”, afirma Fabio Gordon, executivo de vendas para plataformas convergentes da Dell EMC Brasil.

O Dell EMC VxRail encaixa na categoria appliances de infraestrutura convergente (HCI, na sigla em inglês). 

De acordo com o IDC, a Dell é líder de vendas em sistemas globais de HCI, com 31% de participação de mercado e crescimento de 158% ano a ano.

Com a produção local dos equipamentos, a Dell se enquadrada nas regras do Processo Produtivo Básico (PPB) da Lei de Informática, o que garante uma carga tributária menor sobre os produtos.

Instituída em 1991, a Lei de Informática isenta 80% do IPI para empresas das regiões Sul e Sudeste, e 95% para as demais regiões, em troca de uma exigência mínima de fabricação nacional e investimentos em P&D e 4% do faturamento líquido das empresas, e 4,35%, respectivamente.

A Dell EMC não falou em reduções de preços com a fabricação local dos novos produtos, mas tipicamente a redução costuma ficar na faixa dos 20%.

A Dell e a EMC tem um histórico de fabricação nacional de produtos, desde antes de serem uma empresa só.

A Dell inaugurou sua primeira fábrica no Brasil em 1999, em Eldorado do Sul, no Rio Grande do Sul, transferindo sua operação para Hortolândia em 2007.

A planta começou focada no mercado de PCs (de 2007 a 2017, foram sete milhões de unidades).

Em 2014, começou a produção da linha de servidores PowerEdge 13G, composta por cinco modelos e em 2016 a de soluções de armazenamento de dados no Brasil.

Já a EMC começou em agosto de 2015 a companhia iniciou a fabricação no país do Isilon Scale-out NAS, enquanto a produção do XtremIO começou dois meses antes.

Os primeiros produtos EMC fabricados no país foram os sistemas de armazenamento em rede CLARiiON (2008) e high-end VMax (2010), mesmo ano de início da fabricação do EMC Avamar.