Tempo sempre bom no setor fiscal da Cooplantio. Foto: Rafael Marcon/Cooplantio

Tamanho da fonte: -A+A

A Cooplantio, cooperativa agrícola com sede em Eldorado do Sul, na Grande Porto Alegre, 40 filiais pelos três estados do Sul e mais de 32 mil produtores  associados, contratou soluções da Sonda IT para otimizar seu ambiente fiscal e contábil.

A organização finalizou a implementação do ERP SAP no último ano, e, conforme seu gestor de TI, Jocelito Wagner, notou um cenário fiscal desfalcado em tecnologias para suportar o alto volume de dados gerados por todas as unidades.

“Precisávamos de ferramentas que tivessem interfaces bem desenhadas, definidas e estáveis com o SAP”, afirma ele.

Desta análise partiu a decisão pela compra das ferramentas pw.Sati, pw.Sped Fiscal e pw.Sped PIS/ Cofins em todas as unidades.

Com as soluções, Wagner conta que as novas soluções permitiram  a entrega das obrigações fiscais da companhia no prazo estimado pelo Fisco – o primeiro, datado para março deste ano.

Conforme a diretora da regional gaúcha da Sonda IT, Karine Lima, o pw.Sati é responsável pela apuração de 63,7% de toda a arrecadação tributária imposta às empresas brasileiras.

“O sistema permitirá a melhor gestão fiscal da Cooplantio no que tange às legislações estaduais (ICMS), federais (IPI, IRRF e INSS) e municipais (ISS), cumprindo também as obrigações acessórias”, explica ela.

Com a solução, a cooperativa adere às exigências do Fisco por meio de arquivos digitais (ECD, EFD e EFD Contribuições).

A solução também automatiza o acompanhamento de evoluções na legislação.

Além das soluções fiscais, a Cooplantio também fechou um contrato de AMS (Application Management Services) com a Sonda IT até janeiro de 2017.

“Os profissionais da Sonda IT dedicam 50 horas por mês à atualização dos ambientes, implementação de melhorias, correções e cenários que identificamos erros”, pontua Wagner.