A Vetorial fechou um acordo com para instalar uma rede de fibra óptica de 50 km em Pelotas. Foto: Pref. de Pelotas.

A Vetorial fechou um acordo com a Rede Nacional de Pesquisa para instalar uma rede de fibra óptica de 50 km em Pelotas, município de 343 mil habitantes no sul do Rio Grande do Sul.

Pelo acordo, a RNP entra com um investimento de R$ 1 milhão em fibra e a Vetorial com mão de obra e material para projeto e instalação, algo como dois terços do custo total. 

Em troca, a empresa terá direito a usar um terço da capacidade da rede com seus clientes. A implantação deve ser feita ao longo dos próximos seis meses.

O convênio assinado com a RNP possui duração de dez anos.

A parceria foi o meio encontrado para destravar o projeto da RNP, que visa interconectar instituições de ensino como a Universidade Federal de Pelotas (UFPel), o Instituto Federal Sul-Rio-Grandense, a Embrapa Clima Temperado e a prefeitura.

O projeto começou em 2008 e inicialmente deveria ser tocado pela Telebras, estatal de comunicações federal, o que acabou não acontecendo.

"É um projeto que há mais de cinco anos aguardava solução e trará, principalmente, redução de custo e qualificação aos órgãos públicos instalados em Pelotas", ressalta o gestor de Negócios da Vetorial, Joares Rodrigues.

Uma das instituições que receberá o maior benefício com a rede será a UFPel. 

O pró-reitor de Infraestrutura, Júlio Carlos Balzano de Mattos, explica que a partir da utilização da nova rede o padrão de interconectividade será outro. 

"Para fins da universidade o serviço melhorará muito, além de significar uma grande redução de custos, porque quem vai manter a rede em operação é a empresa parceira da RNP", afirma.

Dentro da universidade, todos os serviços que se utilizam de alta velocidade de dados, como educação a distância, telemedicina, telefonia e computação serão beneficiados com a instalação da rede. 

A Vetorial Internet é um dos maiores provedores do interior do Rio Grande do Sul, com 120 colaboradores atendendo 20 mil clientes, entre eles nomes como Tecon, Yara Brasil, EBR e Sagres.