Petros quer analisar melhor investimentos. Foto: divulgação/Petrobras.

O Petros, fundo de aposentadoria dos funcionários da Petrobras, investiu em uma  plataforma tecnológica para gerenciamento de ativos desenvolvida pela SunGard.

De acordo com nota, o segundo maior fundo do Brasil, atrás apenas da Previ, dos funcionários do Banco do Brasil, é o primeiro do país a fazer um investimento do tipo

O projeto, que está em fase de mapeamento e produção do plano piloto de implantação e não teve valores divulgados, tem previsão de ativação completa no primeiro semestre de 2015. 

A meta da Plataforma de Investimentos Petros - PIPE é oferecer maior flexibilidade na análise de performances e simulações, ampliar o controle e mitigar riscos dos investimentos em títulos públicos e privados, ações, derivativos, crédito privado, private equity e investimentos imobiliários.

“O uso contínuo dessa tecnologia vai permitir maior assertividade na tomada de decisão em prol dos participantes de todos os planos administrados” ressalta Carlos Costa, presidente da Petros.

A ajuda tecnológica vem em boa hora para o Petros. Com R$ 66,1 bilhões em ativos, o retorno de investimentos do fundo em 2013 foi de -0,19%, definido como “muito ruim”, pelo diretor de Investimentos da Petros, Newton Carneiro da Cunha.

A SunGard afirma ser líder mundial em soluções de software e processamento para serviços financeiros. Em 2013, a empresa registrou faturamento de US$ 4,1 bilhões.