A T-Systems está reestruturando sua área de vendas no Brasil, a começar por um novo diretor.

Marcelo Fraile é o novo vice-presidente de vendas da companhia, que agora passa a gerenciar vendas de Soluções Systems Integration (Aplicativos) e Vendas ICT (Infraestrutura), operações integradas na reestruturação.

O executivo ingressou na companhia há oito meses para mapear e buscar novos mercados. Antes de chegar à T-Systems, Fraile era sócio e vice-presidente da Complex, consultora de SAP.

Em menos de um ano na T-Systems, Fraile conquistou clientes e “gerou resultados significativos”, o que contribui para a expansão do escopo de trabalho sob sua gestão, segundo a empresa.

No período, um dos negócios fechados foi o acordo de sete anos com a British American Tobacco (BAT), avaliado em US$ 210 milhões, que inclui a participação da subsidiária brasileira na atuação do cliente na América do Sul.

Como parte do acordo, a T-Systems consolidará os atuais 10 data centers internacionais da BAT em três data centers globais – na Europa, Ásia e América do Sul.

Com mais de 200 marcas em seu portfólio, vendidas em cerca de 180 mercados em todo o mundo, a BAT possui 45 fábricas de cigarros e emprega mais de 60.000 pessoas.

No novo cargo, Fraile será também responsável pelo mercado da América Latina.

Ele desenvolverá  novos negócios nos setores de finanças/seguros, serviços, utilities, varejo, saúde, logística, com destaque para soluções de inovação com smart metering, gestão e operação de estádios, gestão e operação de aeroportos.

No ano passado, a empresa teve receita líquida de US$ 12,17 bilhões, alta de 2,1% sobre o ano anterior. Em relação ao Ebitda, houve um recuo de 8%, para US$ 1,15 bilhão.

Em outubro do ano passado, a empresa fechou sua operação em Porto Alegre, conforme revelado por reportagem do Baguete Diário.

A decisão foi motivada pelo cancelamento do contrato com a ADP Brasil, filial brasileira da gigante de processamento de folha de pagamento americana ADP, o único cliente atendido pela filial na capital gaúcha.

As informações são de fontes de mercado ouvidas pelo Baguete Diário e foram confirmadas por e-mail à reportagem pelo presidente da T-Systems do Brasil, Dominik Maurer.