O Rio de Janeiro vai receber o IEEE World Congress on Computation Intelligence. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

A capital do Rio de Janeiro vai receber o IEEE World Congress on Computation Intelligence (IEEE WCCI) entre os dias 8 e 13 de julho, no Windsor Convention Center, na Barra da Tijuca.

O evento vai abordar temas como robótica, medicina, biomedicina, finanças, games, logística, engenharia, finanças, energia, cultura e transportes. 

As inscrições de profissionais e acadêmicos de qualquer estão abertas pelo site do congresso.

O IEEE World Congress é formado pela junção de três conferências: IJCNN 2018 (The International Joint Conference on Neural Networks), na área de redes neurais, IEEE CEC 2018 (The IEEE Congress on Evolutionary Computation), sobre computação evolucionária, e FUZZ-IEEE 2018 (The IEEE International Conference on Fuzzy Systems), que aborda sistemas fuzzy. 

Os cientistas brasileiros Miguel Nicolelis (Duke University), Marcos Valle (Unicamp), Andre Carvalho (USP) e Hélio Barbosa (LNCC) são alguns dos 20 palestrantes confirmados. 

Entre os estrangeiros, estarão presentes nomes como Enrique Ruspini, o principal cientista do Centro de Inteligência Artificial da SRI International, EUA, e Gary B. Fogel, CEO da Natural Selection, de San Diego, Califórnia, EUA, que vai comandar uma palestra sobre as aplicações da inteligência computacional na biomedicina.

As palestras também vão abordar temas como machine learning, deep learning, big data, inteligência artificial, mineração de dados, entre outros. 

No evento estão confirmadas 15 palestras plenárias (cinco para cada uma das três conferências), 21 salas com sessões científicas paralelas aos temas abordados, apresentação de posters e 12 competições, além de outras atividades. 

Os organizadores esperam receber cerca de 2 mil pessoas no congresso.