Empresa unifica sistemas com Benner. Foto: divulgação

A Coopercarga, operadora logística com mais de 45 unidades no Brasil e Mercosul e frota superior a 1,7 mil caminhões, implantou a plataforma Benner Logística para unificar a base de sistemas usados em suas operações.

O contrato inclui módulos de gerenciamento de transportes (TMS), manutenção de frota, gestão de armazém (WMS), além de soluções de ERP, RH e BI.

Também serão incluídos no projeto os processos relacionados à controladoria e finanças, além do gerenciamento de recursos humanos, de manutenção da frota, de compras e suprimentos.

Como atua em modelo cooperativo, a empesa também irá expandir a solução para os cooperados, segundo Denny Mews, gerente de TI da Coopercarga.
 
“Vamos disponibilizar o mesmo sistema para todos, alinhado-os aos crescimentos tecnológicos e de processos, que deverão ser centralizados na sede da Coopercarga”, destaca ele.

Jean Pitz, gestor da Benner, explica que a nova plataforma centralizada trará melhorias não só à gestão, mas também ao controle da companhia.

“Os gestores conseguirão mensurar continuamente o desempenho e aumentar a conectividade entre os cooperados. Todos estarão conectados na rede da matriz, facilitando a interação e agilizando os processos”, afirma Pitz.

O investimento nas soluções da companhia catarinense segue a linha da Coopercarga, que mantém atenção constante à TI.

A história de investimentos da companhia na área já engloba também sistemas de gestão integrada, links dedicados, centrais digitais e troca eletrônica de dados, entre outros.

A Benner atua em soluções para as verticais de saúde suplementar e hospitalar, logística, governança jurídica e contratos, gestão de viagens corporativas e sistemas de ERP, BI e outros, além de serviços de BPO, cloud computing, EaaS e SaaS.

Em agosto do ano passado, a companhia se fusionou em uma joint venture com parte do Grupo TBA, criando a Globalweb, que em seguida incorporou a Compusoftware, representante da Microsoft no Brasil.

Com faturamento anual na casa dos R$ 300 milhões, a GlobalWeb emprega 750 colaboradores e tem escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e EUA.
 
Quando de sua fusão, no ano passado, o grupo anunciou meta de faturar R$ 500 milhões até 2014, com taxa de crescimento anual de 25% a 28% e aquisições.