A FGV EAESP abriu uma linha de pesquisa em TI no mestrado em Gestão para a Competitividade.

A Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV EAESP) está com inscrições abertas para a nova linha de pesquisa em Tecnologia da Informação do Mestrado Profissional em Gestão para a Competitividade. 

O curso, com duração de 18 meses, tem como objetivo discorrer sobre a oferta no mercado de tecnologia e suas demandas, além de capacitar e aprimorar os conhecimentos na área. 

Entre as disciplinas estão: big data, analytics e data science, internet das coisas, big data, computação na nuvem, administração e estratégia de TI, gerenciamento de projetos de transformação digital, liderança e negociação e comunicação.

“Estamos no início de um novo período de grande transformação digital, no qual o gap entre a tecnologia ofertada e a assimilada tem que ser entendido e tratado. A linha de TI vai contribuir nesta questão, buscando vincular o uso de tecnologia com a realidade das empresas, conhecer a oferta da tecnologia e seu potencial de contribuição, e entregar o valor do uso de TI para o negócio”, explica o coordenador da linha de pesquisa Alberto Albertin.

O processo seletivo consiste de inscrição, avaliação da documentação enviada e entrevista pessoal, para aqueles que moram em São Paulo, ou via Skype para quem reside em outras cidades.

As aulas ocorrem quinzenalmente às sextas-feiras das 17h às 22h30 e aos sábados das 8h às 17h. 

Caso o aluno prefira, há o sistema SNOC (Small Network Online Course), que reúne pequenos grupos de alunos, em que os professores conduzem as aulas cruzando discussões sobre conteúdos assíncronos, como leituras orientadas, exercícios, casos e aulas teóricas gravadas com discussões centradas no aprendizado do participante. 

No término do curso, com a entrega do trabalho de conclusão de curso, o aluno recebe o título de mestre.

Outro diferencial é que o aluno pode montar sua grade curricular e fazer cursos on-line em pequenos grupos com alunos das universidades membros do GNAM (Global Network for Advanced Management) – programa que reúne mais de 28 universidades, entre elas: Yale, Berkeley, IMD e HEC – e também optar por disciplinas de outros cursos de mestrados oferecidos pela EAESP.