Tiago Brandes, CEO da Mercos. Foto: divulgação.

A Mercos, empresa de tecnologia que desenvolve softwares de vendas para indústrias e distribuidoras, atingiu um faturamento R$ 18 milhões no ano passado, o que representa uma alta de 40% frente a 2018.

Segundo a empresa, o ponto de destaque no resultado foi o programa com empresas que desenvolvem sistemas de gestão empresarial, conhecidos pela sigla ERP, responsável por 30,1% das novas contas no ano.

Para 2020, a estratégia é tornar o programa o principal canal de aquisição da empresa, dobrando o número de novos clientes vindos por este meio. Hoje são mais de 100 ERPs integrados.

"Ampliando e fortalecendo nossas parcerias com ERPs, esperamos novamente chegar ao final de 2020 com um crescimento superior a 40%. Além disso, estes números também contribuirão para chegarmos à nossa visão de movimentar R$ 60 bilhões em pedidos na nossa plataforma em 2022", projeta Tiago Brandes, CEO da Mercos.

A empresa mantém uma carteira de mais de seis mil clientes e 25 mil usuários por todo o país, além de 130 funcionários em seu escritório em Joinville.

Atualmente, são movimentados cerca de R$ 20 bilhões a cada ano pelas indústrias, distribuidoras e representantes comerciais através do software.