SAP foca na nuvem. Foto: Baguete Diário.

A SAP espera atingir uma receita de €22 bilhões (US$ 30 bilhões) em 2017, especialmente, pelo aumento de cloud computing, com estimativa de alcançar € 3,5 bilhões nesse período.

Os serviços de nuvem estão registrando crescimento acelerado, mas a meta de aumentar 35% da receita operacional prevista para 2015 foi adiada para 2017.

Em 2013, a receita foi de € 16,8 bilhões, 4% a mais do que no ano anterior. 

Com alta de 69%, a plataforma Hana continua sendo o motor da companhia ao somar € 664 milhões de negócios com 3 mil clientes. O lucro líquido foi de € 3,33 bilhões, alta de 18%.

Quanto aos resultados do quarto trimestre do ano passado, a SAP gerou € 5,1 bilhões, 2% superior ao mesmo período de 2012. Além disso, o lucro líquido cresceu 20% ao chegar a € 1,3 bilhão, ante 1,1 bilhão do ano anterior. 

A área de software e serviços relacionados cresceu 4% em comparação a 2012 e contabilizou € 4,38 bilhões. Além disso, serviços de suporte somaram € 2,26 bilhões, 5% a mais que os € 2,16 bilhões de 2012.

Enquanto isso, as assinaturas de nuvem e suporte tiveram um aumento de 66%, resultando em € 209 milhões. 

Isso representa uma mudança gradual. No ano passado, a SAP havia revelado um reposicionamento, com estratégia de focar em cloud e não mais no modelo de negócio baseado na tecnologia de processamento em memória Hana..   

Porém o software em nuvem, a mobilidade e a computação em memória já fazem parte da estratégia da companhia desde 2010. 

O negócio está sendo construído a partir de aquisições como SuccessFactors e Ariba.