Foto: flickr.com/st_a_sh/

Tamanho da fonte: -A+A

A Calu (Cooperativa Agropecuária de Uberlândia), que atua na industrialização de lácteos, fabricação de rações e suplementos minerais, fechou contrato com a Sofit, empresa de software para gestão de frotas fundada por executivos ex-Datasul há cerca de 1,5 ano.

Conforme Celívio Freitas, gerente de Operações da Calu, o software irá gerenciar a manutenção de 20 veículos, incluindo caminhões com baús refrigerados para entregas de produtos do laticínio, e carretas para distribuição de rações da unidade produtiva para as seis filiais, além de utilitários e carros administrativos.
 
“Poderemos criar informações gerencias segregadas por eventos, sobre custos reais da frota, além de avaliar os custos por quilômetro percorrido, por viagem efetuada e por tipo de veículo”, explica o gerente.
 
Com o contrato, a Calu também participa do projeto ambiental da Sofit, em parceria com o Projeto Curupira, cujo objetivo é plantar uma árvore em uma área devastada pela ação humana para cada veículo gerenciado pelo software da companhia.

“Nos sentimos recompensados por poder colaborar, no momento, com o plantio de mais 20 árvores nativas no solo brasileiro”, finaliza Freitas.

O cliente amplia, para a Sofit, uma base que agregou mais de 100 novos nomes em menos de um ano.

Atualmente, a solução da companhia gerencia mais de 10 mil veículos e equipamentos em todas as regiões do país, segundo Ionan Fernandes, diretor de Marketing e Canais da Sofit.

Comercializado na modalidade SaaS, o sistema permite atender a pequenas e médias empresas frotistas.

Baseada nisso, a empresa faz projeções agressivas.

“Pretendemos crescer mais 80% o número de novos clientes até o final deste ano e obter aumento de 190% no faturamento comparado com 2011", destaca Fernandes, sem informar o valor faturado.

A empresa vende para todo o país, mas concentra cerca de 50% de seus clientes na região sudeste e 23% na região sul.