ATENDIMENTO

Unimed Porto Alegre retoma 0800

21/10/2021 10:11

Empresas como Vivo, Azul e Itaú Unibanco também são afetadas por ataque na Atento.

A empresas optaram por equipes próprias para o atendimento aos clientes. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A Unimed Porto Alegre restabeleceu o seu atendimento no 0800 nesta quarta-feira, 20, após ter isolado os sistemas envolvidos com a Atento, fornecedora que sofreu um ataque cibernético no último domingo, 17.

Em nota, o plano de saúde afirmou que o serviço foi retomado “por meio de estrutura própria”, sem dar mais detalhes sobre essa estrutura.

Como contingência, a cooperativa médica havia estruturado equipes próprias para o atendimento aos clientes através de um número alternativo, agora mantém essas equipes com o número 0800.

“A Unimed Porto Alegre reforça que mantém o regime de contingência e que todos os esforços estão sendo realizados para evitar maiores transtornos aos clientes”, acrescentou o comunicado.

A própria Atento, uma das maiores empresas de contact center e BPO do mundo, avisou os clientes sobre o incidente no Brasil afirmando que “implementou imediatamente todos os protocolos de segurança cibernética ao seu alcance para conter e avaliar a ameaça”.

Segundo o site Valor Econômico, o Itaú Unibanco, outro cliente da companhia, também interrompeu preventivamente parte da operação de suas centrais de atendimento. O banco afirma que o impacto "tem sido reduzido gradativamente".

A Vivo, por sua vez, acionou uma equipe de atendimento própria e está interagindo com todos os clientes por meio do seu aplicativo, do atendimento automatizado na central telefônica e das lojas, além do aplicativo Vivo Empresas para clientes corporativos.

Companhias como Azul, Livelo, Unimed Rio, Burguer King, Banco BMG, Cielo e Riot Games também são clientes da Atento e relataram planos semelhantes.

À publicação, a Atento não informou atualizações sobre o ataque, apenas afirmou estar concentrada no trabalho com as autoridades, em sigilo.

Segundo o jornal O Globo, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça, vai notificar a Atento para que informe quantas e quais empresas foram afetadas pelo incidente.

O site Convergência Digital destaca que a Atento Brasil não é obrigada a reportar incidentes no país porque não é listada na B3, tanto que a informação sobre o ataque hacker foi publicada na Bolsa de Nova York.

Criada em 1999, a Atento é avaliada em US$ 415 milhões. Com operações em 14 países e 150 mil funcionários, a companhia conta com mais de 400 clientes no Brasil, América Latina, Estados Unidos e Espanha.

Veja também

BUNKER
Oracle: data center a prova de míssel em Israel

Novo centro de dados está a 50 metros de profundidade e aguenta um impacto direto.

SEGUROS?
Porto Seguro sofre ataque cibernético

Clientes relataram dificuldades em contatar a seguradora ao longo desta quinta-feira.

PORRADA
Azure aguenta super DDoS

De acordo com a Microsoft, foi o maior ataque do tipo já registrado na nuvem da empresa.

CONSERTO
Seguem os problemas na CVC

Maior operadora de viagens do país segue afetada por ataque de ransomware.

SEGURANÇA
Enjoei busca falhas de segurança com BugHunt

Marketplace paga até R$ 1,5 mil para quem encontrar vulnerabilidades.

CAPITÃO
TIM tem novo nome na segurança

Ricardo Salvatore tem uma longa experiência na Marinha do Brasil.