A Startup Farm acaba de lançar um novo programa de aceleração em parceria com a Visa. Foto: Divulgação.

A Startup Farm acaba de lançar um novo programa de aceleração em parceria com a Visa. Batizado de Ahead Visa, o projeto busca fintechs - startups focadas no setor financeiro. 

O projeto inclui empresas com atuação em áreas como pagamentos, seguros, gerenciamento financeiro, investimentos, funding, eficiência financeira, bitcoin, blockchain, empréstimos e renegociação de dívidas. As startups que possuem serviços ou produtos relevantes para o setor também podem participar.

Realizado com o patrocínio da Visa, o Ahead contará com o suporte de tecnologia e negócios do time da companhia e de outras instituições parceiras. 

“Acabamos de lançar o Brasil Co-Creation Center em São Paulo e sua principal missão é promover um espaço aberto e interativo que busque co-criar inovações para o desenvolvimento da próxima geração de pagamentos. Ampliar essa rede de co-criação passa por se conectar com startups e com fintechs”, afirma Érico Fileno, diretor-executivo de inovação da Visa do Brasil.

A partir de 2017, as startups escolhidas para o Ahead passarão por um processo que irá durar 6 meses e terá três fases de aceleração com focos específicos.

Primeiro acontece a Laser focus, com duração de 5 semanas. O momento é para os fundadores trabalharem focados na construção do modelo de negócios da startup, suportados pela Farm e por uma de mentores, parceiros e investidores.

Depois, também por 5 semanas, acontece o Get Sales Done, módulo em que a startup trabalhará na construção de uma estratégia de vendas e definirá as principais métricas de desempenho do negócio.

As 15 semanas finais são destinadas a etapa de Fundraising, quando a startup irá construir uma projeção inicial de necessidade de capital, assim como trabalhará na definição da melhor estratégia de captação. 

Ao longo desta etapa, a startup continuará trabalhando no desenvolvimento do produto ou serviço, assim como na melhora de suas métricas de desempenho com o acompanhamento da Startup Farm.  

Depois dos três módulos, a startup estará habilitada para o Demo Day, um evento em que os empreendedores apresentam seus projetos a investidores e executivos de grandes empresas. 

O evento também será voltado para uma plateia de investidores com interesse de investir tickets entre R$ 300 mil e R$ 1 milhão. 

A Startup Farm já apoiou mais de 200 startups, que captaram em conjunto mais de US$ 100 milhões em investimento. 

Seis startups do portfólio já foram incorporadas por outras empresas, sendo a mais recente a One Cloud, adquirida em abril pela Tivit.