Nicolás Jodal, CEO da Genexus. Foto: Divulgação.

A Genexus, multinacional uruguaia de soluções de desenvolvimento de software, foi nomeada pela primeira vez no relatório Quadrante Mágico do Gartner para o mercado de plataformas de desenvolvimento de aplicações móveis.

A companhia fez a sua estreia no segmento Desafiante do relatório, que tem ainda categorias de Visionários, Players de Nicho e Líderes.  

O Gartner posiciona as empresas nos quadrantes com base no posicionamento nos vetores habilidade de entregar e perfeição da visão. 

Os desafiadores são empresas que pontuam bem na escala de habilidade de executar, mas não tão bem no lado da visão.

O relatório de 2017 não está disponível na totalidade (o Gartner cobra um bom dinheiro por isso), mas a versão do ano passado pode ser encontrada online.

Nela, aparecem como líderes a IBM, Kony, SalesForce, Adobe e Microsoft.

O quadrante dos desafiadores tinha SAP e Oracle; o dos visionários OutSystems, Pegasystems, Progress, Mendix e Red Hat e o dos players de nicho Appian, DSI Appcelerator, Backbase e Embarcadero.

Na definição do Gartner, as empresas do segmento cada vez mais oferecerem suporte para wearables, chatbots, assistentes pessoais virtuais (APV) e terminais de interface de usuário de conversação através dos mesmos serviços e API que criam e orquestram para aplicações móveis e web.

Ser apontada no relatório é uma boa notícia para a Genexus, que está presente em 50 países (o Brasil é um dos maiores mercados) e está ensaiando uma entrada nos Estados Unidos em julho.

"Estamos honrados em participar do Quadrante Mágico como concorrentes dos líderes estabelecidos do mercado. Somos recém-chegados, mas que temos estado aqui o tempo todo", afirma Nicolás Jodal, CEO da Genexus, fundada por ele em 1988 e hoje a maior empresa de tecnologia uruguaia.

Muitas empresas latino americanas já foram listadas no Quadrante Mágico do Gartner, todas elas brasileiras até onde a reportagem tem notícia.

A mais recente foi a VTEX, maior empresa brasileira de plataforma de e-commerce. 

Nos últimos anos, a Neogrid entrou no primeiro relatório do tipo para Serviços de Integração de Dados. Na área de segurança, foram destacadas a E-Trust e N-Stalker.