A Furukawa, fabricante de soluções para infraestrutura de redes, implantou o GKO Frete. Foto: Divulgação.

A Furukawa, fabricante de soluções para infraestrutura de redes, implantou o GKO Frete, sistema desenvolvido pela GKO Informática. O projeto foi concluído no final de 2015.

A companhia foi uma das primeiras empresas a contratar o pré-projeto da GKO para seu processo de transporte, seguida pela implantação da ferramenta de frete.

O pré-projeto é um conceito utilizado pela GKO com objetivo de promover uma mudança cultural. O serviço - independente da aquisição do GKO Frete - tem o objetivo de apresentar para o cliente a visão real de seus processos, mostrando claramente as demandas da empresa.

“O pré-projeto vem sendo muito bem recebido pelo mercado, pois as empresas aumentam seu grau de satisfação com os resultados alcançados”, esclarece  ndria Guimarães, gerente Comercial da GKO que atua na linha de frente na apresentação do novo serviço.

A necessidade de criar este conceito como algo independente de consultorias utilizadas durante a execução do projeto surgiu com as experiências dos consultores nos trabalhos de implantação. 

Com base no esforço de campo, a companhia avaliou que os resultados são melhor qualificados quando duas etapas prévias são cumpridas: o levantamento e o plano de projeto.

“Neste serviço, entregamos ao cliente um plano de projeto detalhando o cronograma da implantação, bem como o cenário futuro com a nova solução, apontando ajustes e necessidades para desenhar o projeto, horas de consultoria e demais aspectos relacionados à tomada de decisão”, afirma Ricardo Gorodovits, diretor Comercial da GKO.

Para Michelle J. Shimabukuro Zanolla, chefe do setor de Faturamento, Logística e Entrega da Furukawa, um dos três departamentos usuários do GKO Frete, com o pré-projeto as necessidades foram mapeadas e ajustadas para comportar a implantação com sucesso. 

“Alguns processos, como os de cálculos e análises de desempenho de transportadoras, chegavam a levar mais de uma semana para serem totalmente processados”, conta.

Os parâmetros de redespacho de produtos, por exemplo, sofreu algumas alterações internas e outras no GKO Frete para que fosse possível extrair dados da solução de gestão empresarial da empresa.

O GKO Frete também teve de ser adaptado para atender ao cálculo do frete de entrega de material de telefonia nos canteiros de obra em vez do local de faturamento, o que pode ser verificado e planejado ainda antes da contratação do sistema. 

Por fim, os transportadores cadastrados para Frete CIF obrigatoriamente passaram a ser homologados no GKO Frete para cálculos corretos.

Fundada em 1987, a GKO Informática possui unidades no Rio de Janeiro e em São Paulo. Mais de 200 empresas já implementaram a ferramenta da empresa para gerenciar seus fretes, entre elas Adidas, Danone, Pepsico, Melitta, Volkswagen, Volvo, Schulz, Record, Saraiva e O Boticário.