Anfitriões do Rio receberam US$ 4 mil no mês.

Durante o período da Copa do Mundo no Brasil, cerca de 120 mil pessoas se hospedaram no país utilizando o AirBNB. O total arrecadado pelos anfitriões foi US$ 38 milhões.

As informações foram passadas por Brian Chesky, um dos fundadores do site, em entrevista ao New York Times.

No Brasil, o serviço de aluguel de casas e quartos registrou viajantes de 150 países diferentes durante o evento. 

Os anfitriões do Rio de Janeiro receberam, em média, US$ 4 mil ao longo do mês.

Na noite da semifinal entre Brasil e Alemanha, 189 viajantes do país europeu estavam hospedados em casas brasileiras.

Chesky também revelou que o dia 5 de julho, quando a Copa ainda não havia começado, foi o melhor dia da história para o AirBNB em termos globais. 

“Neste dia a plataforma hospedou mais de 330 mil pessoas ao redor do mundo, em milhares de cidades em mais de 160 países” relatou.

Somente em Paris, 20 mil pessoas usaram o serviço do AirBNB no dia 5. No mesmo dia do ano anterior, o site registou 4 mil hóspedes.