SEGURANÇA

SUS: Kid Bengala vira pai de Guilherme Boulos

20/07/2021 08:57

Ministério da Saúde admite que a alteração foi feita por usuário credenciado do sistema.

Primeira vacina de Boulos foi apagada do sistema. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Uma pessoa com autorização para acessar o cadastro no Sistema Único de Saúde (SUS) decidiu fazer diversas alterações nos dados de Guilherme Boulos (PSOL), incluindo colocar o ator pornô Kid Bengala como pai do político.

As fotos de perfil de Boulos também foram trocadas por imagens suas em meio a protestos do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e a informação de que ele tem a primeira dose da vacina contra o coronavírus.

O próprio Ministério da Saúde revelou que as alterações foram feitas por “uma pessoa credenciada para utilizar o sistema” e que “já foi solicitado o bloqueio da credencial usada nestas ações”.

O posicionamento do Ministério da Saúde veio depois de Boulos revelar as alterações ao UOL nesta segunda-feira, 19, avaliando que podia se tratar de um ataque hacker ao SUS.

Boulos não ficou satisfeito com a resposta: “Eles precisam dizer quem é essa pessoa credenciada e o que será feito com relação a ela. Ou um servidor público poderá continuar alterando o cadastro de lideranças da oposição?”, disse ao UOL o político, pré-candidato ao governo de São Paulo pelo PSOL.

As alterações no cadastro de Boulos acontecem depois de a presidente do PT, Gleisi Hoffmann, ter tido baixa por óbito no mesmo cadastro do SUS. 

O cadastro dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT) e da ex-deputada federal Manuela d'Ávila (PCdoB) também foram alterados. Nesses casos, ainda não se sabe quem é o autor.

Em qualquer caso, as alterações mostram um grave problema de segurança de informação e privacidade de dados no Ministério da Saúde, com acessos indevidos a perfis, uso inadequado de autorizações por terceiros, pura falta de noção ou tudo junto ao mesmo tempo.

Veja também

ALMOÇO
Vem aí o fim do vale refeição?

Governo estuda acabar com o abatimento dos vales no imposto das empresas.

LICITAÇÕES
Governo aperta Oracle em 32%

Brasília segue espremendo grandes fornecedores de TI para descontar preços. Oracle é o maior até agora. 

ENERGIA
Brasil poderá ter apagão ainda em 2021

Estimativa é do Centro Brasileiro de Infraestrutura com dados do ONS.

TÁ OK?
Governo atrasa venda da Serpro e Dataprev

Ficou para o meio da campanha eleitoral de 2022. Vai sair? Parece que não.

QUENTE
Singapura pesquisa data center tropical

Facebook banca projeto sobre refrigeração em centros de dados no país asiático. 

PRAZOS
Ceitec: mais R$ 80 milhões e tchau

Ministério de Ciência e Tecnologia publica edital com o futuro da estatal de chips.