DATA CENTER

Falha em switch derrubou Visa

20/06/2018 03:29

Ao todo, 1,7 milhão de clientes foram afetados.

Sempre que o data center não cair. Foto: Pixabay.

Tamanho da fonte: -A+A

Uma falha “muito rara” em um switch de rede derrubou os dois data centers da Visa no Reino Unido, causando uma falha de 10 horas que levou a recusa do cartão em 10% de 51,2 milhões de tentativas de pagamento feitas durante o período.

A explicação sobre o que aconteceu no dia 1 de junho (uma sexta-feira, para fechar todas) faz parte de uma carta enviada pela Visa ao Treasury Committee do Reino Unido, que demandou esclarecimentos sobre a falha.

Ao todo, 1,7 milhão de clientes foram afetados. Durante um pico de quase uma hora, o número de transações refugadas chegou a 35%.

Uma falha de componente no switch de rede impediu a entrada em funcionamento do equipamento de backup, o que interferiu na comunicação entre os dois centros da Visa, causando um acúmulo de carga de trabalho que acabou derrubando tudo.

Em tese, cada um dos centros deveria ser capaz de processar todas as transações da Visa em caso de falha do outro. Para fazer isso, eles precisam ser continuamente sincronizados.

Para isolar o switch problemático, a empresa desligou todas as aplicações de software do data center primário e limpou o backlog de mensagens do secundário por meios automáticos e manuais, explica a Visa.

A falha foi notada às 14h35, a desativação do switch problemático aconteceu às 19h10 e o serviço voltou à ativa nos dois data centers só às 00h45 de sábado.

A Visa esclareceu que o processamento de cartões na Europa passará a ser feito pelo sistema global, o VisaNet, até o final de 2018.

O VisaNet tem uma rede de data centers espalhados pelo mundo, o que, de acordo com a companhia, agrega mais capacidade e escala e diminui o risco de falhas.

Veja também

DADOS
BC tem blockchain com Azure

O sistema visa melhorar a comunicação do BC com atores como a Superintendência de Seguros Privados e a Comissão de Valores Mobiliários.

E-COMMERCE
Netshoes dá adeus à Oracle

Os e-commerces no Brasil, México e Argentina já estão no ar com a nova plataforma.

PROTEÇÃO
O fator humano na segurança

A proteção contra ameaças humanas possui caráter integrado, com soluções especializadas e medidas administrativas.

SERVIDORES
Lenovo: data center tem área separada

A unidade será comandada pelo argentino Nelson Pesce, que entrou na companhia vindo da IBM em 2014.

SAP
Yara migra para a nuvem com Tivit

A Tivit é responsável por migrar para a nuvem pública todo o ambiente SAP da Yara.

NÚMEROS
Google investiu R$ 700 mi no Brasil

O valor aplicado nos últimos 15 meses é maior que o investido entre 2013 e 2016.

GESTÃO
Irani adota S/4Hana com T-Systems

O projeto tem previsão de dois anos de duração.

EXCLUSIVO
Peigo, ex-UOL Diveo, está na IBM

O executivo havia deixado o UOL Diveo em setembro do ano passado.