MAIS UM

Taxijá inicia operações em Porto Alegre

20/05/2014 13:52

Aplicativo conta com sistema de pagamento e opera em nove cidades brasileiras.

Mais um app de táxi chega a Porto Alegre. Foto: Taxi Cristine Rochol/PMPA.

Tamanho da fonte: -A+A

O Taxijá, aplicativo mobile para chamada de táxis, iniciou operações em Porto Alegre. 

O aplicativo conta com uma solução de pagamento móvel que permite que usuário pague o taxista apenas com o celular. 

Além disso, oferece para as empresas uma solução corporativa que elimina o uso de boletos em papel e ajuda no controle das despesas e redução de custos, o Taxijá Corp. 

No Rio Grande do Sul a plataforma já conta com 400 profissionais cadastrados. 

O aplicativo opera em nove cidades brasileiras.

Para comemorar a chegada à Porto Alegre, o Taxijá lança uma campanha promocional que concederá, por duas semanas, um desconto de R$ 20,00 para os usuários que optarem pelo pagamento via app. 

Para usar o desconto, é preciso usar o código promocional "POA” na hora do pagamento.  

A promoção é válida para as 100 primeiras corridas de cada dia.

De acordo com Arthur Pelanda, CEO do TaxiJá, a expectativa é alcançar 35 mil taxistas até o final de 2014, nas principais capitais do pais, provocando um movimento de elevação da renda mensal dos profissionais em até 20%. 

Com operação no Brasil desde setembro de 2012, o Taxijá conta com 20 mil profissionais e 350 mil usuários do aplicativo.

O Taxijá mostra ao usuário todas as informações do taxista e possibilita que o passageiro se comunique diretamente com o motorista por mensagens instantâneas, além de acompanhar todo o deslocamento, distância e o tempo estimado da chegada da chamada. O usuário recebe um alerta quando o taxista chega ao seu encontro.  

O app foi criado em 2012 pela Mobinov, empresa de soluções mobile que recebeu aporte da Scala IT Solutions.

O Taxijá será mais um app de táxi a entrar na forte concorrência do segmento.

Uma das grandes empresas do nicho é a Easy Taxi, lançada em abril de 2012. Atualmente, a empresa acumula 5 milhões de downloads, com atuação em 30 países e 162 cidades, sendo 100 delas no Brasil.

O CEO da Easy Taxi, Tallis Gomes, chegou a disparar no início de abril que, com essa competição, "vai sobreviver quem tiver o bolso mais fundo. Não vai durar muito tempo, não".

Ele acredita que sua empresa tem força para ganhar esse mercado. Ela já acumula investimentos de mais de R$ 55 milhões, feitos pelo grupo alemão Rocket Internet, pelo Fundo Latin America Internet Holding (LIH) e pela holding iMena.

No início de 2014, o SaferTaxi começou sua operação em Porto Alegre com cerca de 300 taxistas. Além do serviço de chamada de táxi, a aplicação também disponibiliza Wi-Fi gratuita dentro dos veículos.

A expansão para Porto Alegre foi parte da nova etapa de investimentos da companhia, que recebeu no final de 2013 a sua segunda rodada de aportes, de R$ 6,4 milhões.

Já a 99Taxis, fundada em agosto de 2012, conta com uma frota de mais de 42 mil taxistas cadastrados em mais de 100 municípios brasileiros. Um de suas estratégias para vencer a concorrência foi o lançamento, no final de abril, de um serviço de achados e perdidos. Para reportar algo que foi perdido é preciso ligar para a central, no número 4003-9910.

Na capital gaúcha, outras empresas que atuam na área são iCab2Go e a porto-alegrense Ayza Tecnologia.

Veja também

LEI DO BEM
Easy Taxi entre os apps dos desonerados

App de solicitação de táxis foi escolhido por cinco fabricantes para integrar lista de aplicações nacionais nos smartphones enquadrados na Lei do Bem.

APP
Easy Taxi levanta mais R$ 15 milhões

O investimento será empregado na expansão da empresa brasileira nos países do Oriente Médio e Norte da África, com o plano de firmar a Easy Taxi como uma marca global.

MERCADO
Easy Taxi pronta pra carnificina dos apps

Frente à esta canibalização do mercado, empresa foca em agressividade para crescer no país.

FORTE CONCORRÊNCIA
Easy Taxi oferece descontos em corridas

A empresa firmou uma parceria com a SulAmérica para oferecer vouchers de descontos.

APORTES
Apps de motoboy são os novos apps de taxi?

Rapiddo, startup que desenvolveu app para motofretes, levou aporte de R$ 5 mi da Movile.