Marcelo Vieira, gerente de controladoria da Lansing Trade Group. Foto: Divulgação.

A Lansing Trade Group, empresa de trade ligada ao agronegócio fundada nos Estados Unidos em 1922, contratou uma solução de gestão da Totvs ao abrir filiais no Brasil no ano passado.

As atividades da companhia no país foram iniciadas em abril de 2017. Desde então, a Lansing Trade Group Brasil foi responsável por movimentar em torno de 34 mil toneladas de grãos, faturando mais de R$ 38 milhões. 

Para isso, conta com seis colaboradores, que são responsáveis pelas operações de compra e venda dos grãos. A equipe conta com a solução da Totvs para centralizar as informações de contratos e realizar a gestão de estoque e dos resultados financeiros.

A equipe é liderada pelo gerente de controladoria Marcelo Vieira, que ao colocar as operações em prática visualizou a necessidade de uma ferramenta que permitisse atualização em tempo real. 

“Tudo tem que ser realizado no mesmo momento: recebimento da nota, atualização do sistema e do estoque, geração da nota para carregamento do caminhão”, comenta. 

Segundo Vieira, uma das facilidades que o software trouxe para as operações da Lansing Brasil é a nomenclatura automática dos contratos, dispondo informações que identificam a operação por meio de códigos. 

Dessa maneira, ao visualizar apenas o nome do contrato, é possível antecipar os principais dados, como modalidade (compra ou venda), filial envolvida, data de realização e a safra na qual o documento será efetivado. 

A utilização do software baseado em nuvem possibilitou a eliminação de custos com suporte técnico e segurança da informação e o acesso da base de dados pela sede, localizada no Kansas, nos Estados Unidos.

Foram cinco meses desde o início de levantamento do escopo de atividades da Lansing até a implantação total do sistema.

“Conseguimos fazer muito mais do que uma implantação básica. Fomos além e já trouxemos um ganho gerencial muito grande para o cliente, ajudando na tomada de decisões. Nesse prazo, fizemos a implantação do backoffice, da integração com terceiros e do módulo de originação de grãos, este específico do negócio”, detalha Marcio Viana, CEO da Totvs Curitiba.

Para isso, a Lansing aproveitou as funcionalidades nativas do sistema adicionando apenas uma conexão direta com a bolsa de Mercadorias e Futuros (Chicago Board Of Trading - CBOT). 

Vieira diz que essa inclusão eliminou o risco da inserção manual, além de permitir que a empresa consiga acessar em tempo real informações de vários produtos, analisando a cotação em diversas moedas. 

“Se a compra é realizada em dólar e a venda em real, é necessário ter as duas informações ao mesmo tempo. Apenas um dia de flutuação da moeda pode tornar o negócio inviável”, ressalta. 

A Lansing Trade Group Brasil pretende expandir mais suas operações no Brasil, que hoje conta com sede em Curitiba e filiais em São Paulo, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. 

Para ampliar os negócios mantendo uma equipe enxuta, a ideia é implantar mais módulos do sistema nos próximos meses, como o de exportação e CRM.