BOLSA

First Data: US$ 2,6 bilhões com IPO

19/10/2015 14:44

Empresa negociou seus papeis a US$ 16, abaixo da expectativa que era de US$ 18 a US$ 20.

Frank Bisignano olhando o preço das ações. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A First Data, maior empresa do mundo em serviços e tecnologias de pagamentos, estreou na Bolsa de Valores de Nova Iorque, na ultima quinta-feira, 15, levantando US$ 2,56 bilhões e emplacando o maior IPO realizado em 2015 nos Estados Unidos.

Apesar dos altos valores, com papeis negociados a US$ 16, o negócio não foi exatamente dos melhores para a desenvolvedora norte-americana, segundo apontaram analistas.

Segundo divulgado pela companhia no mês passado, o plano era passar dos US$ 3 bilhões com a venda e subir o valor de mercado da desenvolvedora para cerca de US$ 25 bilhões, número ainda abaixo dos US$ 27 bilhões pagos pelo fundo KKR para fechar o capital da empresa em 2007.

Listada sob o símbolo “FDC”, a multinacional tinha como expectativa vender suas ações por valores de US$ 18 a US$ 20. Entretanto, devido à baixa demanda, a empresa teve que baixar o valor para vender seu lote de 160 milhões de ações.

O Citigroup, o Morgan Stanley, BofA Merrill Lynch e a KKR foram os coordenadores da oferta pública de ações.

Mesmo com o revés, especialistas ainda esperam que a companhia posssa recuperar seu valor de mercado a longo prazo, se beneficiando do crescimento do e-commerce e ferramentas de pagamento eletrônico alimentando este mercado.

Além disso, o CEO da companhia, Frank Bisignano (ex-COO do banco JPMorgan Chase), é bastante respeitado no mercado, gerando confiança entre os investidores.

No Brasil, a empresa atua no segmento de pagamentos eletrônicos sob a marca Bin, lançada em 2014, além de prover a solução de processamento de pagamentos VisionPLUS, uma das mais utilizadas por bancos e processadoras em todo o mundo. Além disso, a empresa conta serviços de correspondentes não bancários e cartão presente pré-pago.

Recentemente, a First Data assinou parcerias comercias com o Banco do Estado de Sergipe (Banese) e o Bancos do Estado do Espírito Santo (Banestes), ampliando o número de bancos com os quais mantém acordos no Brasil.

Globalmente, a First Data atende aproximadamente seis milhões de estabelecimentos e 4 mil instituições financeiras, em 118 países ao redor do mundo, com um total de 23 mil colaboradores e US$ 1,9 trilhão de transações efetuadas por ano.

Veja também

CARREIRA
Cordenonsi é VP de TI da First Data

Nos últimos seis meses, o executivo liderou a área de TI da GM na América do Sul.

PAGAMENTOS
First Data quer acelerar Bin no país

Companhia está aumentando a sua base de unidades regionais  e base de agentes autorizados no país.

$$$
First Data quer se reerguer com IPO

Listagem de ações deverá levantar até US$ 25 bilhões, mas a dívida da companhia é de US$ 21 bilhões.