Idec questiona privacidade oferecida pelo Pão de Açúcar. Foto: Pixabay.

O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) considera que os aplicativos do Pão de Açúcar pedem acesso a dados demais e violam a privacidade dos usuários.

A organização de defesa ao consumidor aponta que os apps tem acesso a localização por GPS e base de rede, acesso ao armazenamento USB, acesso à câmera do dispositivo, informações de Wi-Fi, receber dados da Internet, ver conexões de rede, acessar estatísticas da bateria, controlar lanterna, impedir modo de suspensão do dispositivo e ler a configuração de serviços do Google.

Em nota enviada ao Mobile Time, o Grupo Pão de Açúcar informou que o programa Meu Desconto "obedece à regulamentação vigente", preservando a confidencialidade das informações cadastrais dos usuários dos programas Clube Extra e Pão de Açúcar Mais.

E finaliza dizendo que "todas as informações a respeito dos termos de uso estão disponíveis nos sites dos programas e nas lojas de aplicativos".