Huawei com parcerias de inovação no Rio de Janeiro. Foto: divulgação.

A Huawei e a TIM anunciaram na tarde desta terça-feira, 19, um acordo de cooperação para pesquisa e desenvolvimento de tecnologias de banda larga móvel em 4G para o Rio de Janeiro, incluindo a criação de um centro de inovação na cidade.

A parceria visa as oportunidades que os Jogos Olímpicos de 2016 podem trazer para a capital carioca. Além do 4G, o acordo prevê o desenvolvimento de tecnologias de computação em nuvem e virtualização de redes no Brasil.

As empresas preveem a criação de soluções orientadas a vídeos móveis, M2M, LTE Advanced, 4.5G, computação em nuvem, cidades digitais, IoT, SDN/NFV, LTE em 450MHz, entre outros. A companhia brasileira não revelou valores da parceria.

O anúncio foi realizado hoje pelas duas empresas no Palácio do Planalto, em Brasília, durante a assinatura de memorando de entendimento, com a presença da presidente Dilma Rousseff.

Por meio da aliança, a duas companhias querem buscar oportunidades de crescimento e competitividade por meio de projetos de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias básicas e aplicadas no setor brasileiro de telecomunicações.

“O foco é incentivar o adensamento e a melhoria da qualidade dos serviços”, informaram a telecom e a fabricante em em documento enviado à imprensa.

No mesmo dia, a Huawei anunciou uma parceria de inovação com a Vivo, destinada a ampliar a cobertura e capacidade das redes móveis de 4G das regiões do centro e do Porto Maravilha, também no Rio de Janeiro.

Chamado de Programa Cidade Tecnológica, o projeto da Vivo e a Huawei pretende utilizar a tecnologia LTE-FDD na frequência de 2600Mhz para aumentar a taxa de dados média por usuário, incluindo novos serviços e plataformas.

Com o aumento de qualidade do sinal, as empresas querem possibilitar, por exemplo, a realização da transmissão e exibição de vídeos digitais de alta qualidade por meio da rede móvel.

Os dois acordos se somam a outras iniciativas da Huawei para crescer sua participação junto às operadoras nacionais e na infraestrutura nacional de telecomunicações. A companhia firmou parcerias com entidades como CPqD para a inovação em 4G no Brasil.

No Rio Grande do Sul, a companhia asiática firmou no ano passado a instalação de um centro de inovação no Tecnopuc, parque tecnológico da PUC-RS. Com o acordo, a estatal gaúcha de procassamento de dados Procergs e a Huawei vão trabalhar em conjunto em projetos de cidades digitais, computação em nuvem e comunicações unificadas.