Carlos Cristiano Nunes. Foto: Baguete.

Tamanho da fonte: -A+A

A New Technologies, empresa desenvolvedora de soluções e novidades em sistemas eletro-eletrônicos e automação, firmou uma parceria com a UFRGS para impulsionar o seu portfólio de produtos e passar a desenvolver suas próprias ofertas.

Fundada em 2010, a empresa focava até então em pesquisa e desenvolvimento para terceiros, trabalhando para setores como operadoras de telecom, empresas e entidades, agora a companhia quer investir para levar ao mercado produtos inovadores.

"Adquirimos um grande know-how nos últimos anos, registrando diversas patentes de tecnologias criadas internamente", destaca Carlos Cristiano Nunes, CEO e Diretor de Engenharia da New Technologies.

Com doutorado em engenharia pela Technishe Universität Darmstadt, na Alemanha e MBA pela Fachhochschule Pforzheim, Nunes teve passagens por empresas fora do país, como Microserv Technologies, de equipamentos de telecom, e nacionais como BT Broadcast Transmitters, que fornece equipamentos de transmissão para emissoras de rádio.

Entre as empresas para as quais a New Technologies já desenvolveu soluções estão Digicon (defesa), Perto (financeiro), Panasonic (eletrônicos) e Magnet Marelli (automotivo). A empresa não divulgou dados de faturamento.

Segundo destaca Nunes, o forte do desenvolvimento da companhia é na área de automação industrial, mas a variedade de projetos para os quais a companhia já trabalhou trouxe um conhecimento vasto para a empresa.

"Temos um conhecimento técnico para fazer produtos em diversas áreas. Agora o desafio é ver se atiramos em várias direções ou se concentramos em um mercado para focar nossa expertise", avalia.

A companhia esteve na BITS 2014 para contatos comerciais e demonstração de algumas de suas soluções, como uma solução móvel a de dados que utiliza recursos de inteligência artificial e BI para prever cenários e sugerir tomadas de decisão.

Segundo destaca a Nunes, o consumidor final também é um foco para as soluções da empresa. Um exemplo são soluções de bloqueio de sinais de rádio (Wi-Fi, TV, celular, Bluetooth) para uso em defesa e controle estratégico de ambientes.

Embora o CEO não quis divulgar detalhes, a empresa está negociando com empresas um equipamento patenteado pela New Technologies, que é um pequeno headset capaz de captar rádio AM e FM.

A ideia do executivo é vendê-lo de acordo com as características de marketing dos clientes, servindo como opção de brinde ou até podendo substituir os receptores utilizados em eventos com tradução simultânea.

"É um produto de baixo custo, com bateria recarregável e está dentro das especificações da FIFA, já que foi banido o uso de rádios de pilha em jogos da Copa do Mundo", explica o CEO.