Bilhete Único de SP. Foto: flickr.com/photos/markhillary

Tamanho da fonte: -A+A

O secretário municipal dos Transportes de São Paulo, Jilmar Tatto, revelou que aparelhos celulares poderão servir de Bilhete ùnico nos validadores dos ônibus e estações de metrô até 2015.

Segundo informa o Exame, para a aplicação, serão necessários chips especiais que possam conter dados dos passageiros e permitir a comunicação com o sistema de transportes.  O secretário afirma que é preciso consolidar a infraestrutura.

"Não adianta fazer uma corrida e apresentar novos produtos e facilidades se a infraestrutura não está respondendo de forma adequada", ponderou Tatto.

A Prefeitura está buscando algumas  operadoras e fabricantes para viabilizar o dispositivo, que já funciona em algumas metrópoles asiáticas. Um modelo de relógio de pulso vendido desde o ano passado também poderá permitir a substituição dos cartões.

Atualmente, a empresa responsável pelos validadores de São Paulo é a Prodata. Ela administra mais de 18 mil validadores em ônibus e nas estações do metrô.

São mais de 8 milhões de unidades dos cartões inteligentes da Contactless que realizam integração entre a linha do trêm, ônibus e o metrô. Além de São Paulo, Porto Alegre e outras cidades contam com as soluções da empresa.